Patrocínio

Patrocínio

sábado, outubro 28

Lula pela Mentira, por Felipe Moura Brasil


Em homenagem aos 72 anos de Lula, completado ontem, trago um texto que desnuda a sua alma asquerosa, feita por Felipe Moura Brasil, do Site O Antagonista. Os grifos em vermelho, foram feitos por mim.

Lula pela Mentira


Enquanto a Câmara dos Deputados enterrava a segunda denúncia de Rodrigo Janot contra Michel Temer, Lula disparava as suas bravatas em caravana por Minas Gerais, abusando do seu estilo “nós” (os autoproclamados defensores dos pobres) contra “eles” (os membros de uma alegada elite que odeia pobres). Em Itinga, por exemplo, o suposto pré-candidato presidencial disse: “O governo precisa parar de fazer corte no orçamento. Nós precisamos cortar é o dinheiro emprestado pros ricos e aumentar o dinheiro financiado pros pobres.” 

Mas como parar de fazer corte no Orçamento, se Dilma Rousseff, a afilhada de Lula, estourou as contas públicas, deixando um déficit fiscal de 170 bilhões de reais? E quem é Lula para falar em “cortar dinheiro emprestado pros ricos”? Os empresários mais ricos desse país, seja da JBS ou de empreiteiras que participaram do esquema de corrupção da Petrobras, como Odebrecht e OAS, ganharam fortunas em dinheiro público durante os governos do PT, geralmente pagando propinas para isso, como no próprio caso do triplex de Lula, apontado na sentença de Sérgio Moro como contrapartida por três contratos com a maior estatal brasileira. 

Entre 2006 e 2014, a receita líquida da JBS de Joesley Batista, por exemplo, cresceu cerca de 2.800%, passando de R$ 4,3 bilhões pra R$ 120,5 bilhões, graças ao bom relacionamento com o PT, que lhe rendeu acesso a fartos financiamentos do BNDES. Mas o cinismo de Lula foi além: “Agora mesmo nós estamos vendo eles comprarem votos de deputados para manter a permanência do Temer na presidência, quando 97% do povo não quer que o Temer continue na presidência.”

Eu, Felipe, posso denunciar Michel Temer por ter gasto 32,1 bilhões de reais em compra de votos para enterrar a segunda denúncia, mas quem é Lula para fazer isso?  O comandante máximo montou um quartel general num hotel de luxo em Brasília na época do processo de impeachment de Dilma Rousseff, onde recebeu parlamentares para oferecer o diabo em troca de votos para salvar sua afilhada; e ainda teve uma reunião secreta com Joesley Batista e Eduardo Cunha para tentar dissuadir o então presidente da Câmara de levar adiante o processo

Agora veja o que Lula disse em Araçuaí, sempre atribuindo a adversários indeterminados frases formuladas por ele mesmo: “Quando a gente criou o Bolsa-Família, [a oposição] dizia ‘ah, esse Lula tá dando dinheiro pra pobre porque esses pobres não vão querer mais trabalhar, eles tão virando vagabundo’. Eles nunca viram uma criança ir dormir sem tomar um copo de leite à noite". Relembro, então, o que o próprio Lula falava ( vídeo no início deste post ), inclusive sobre o leite, quando ele ainda estava na oposição no ano 2000:  “E, lamentavelmente, você tem uma parte da sociedade que, pelo alto grau de empobrecimento, ela é conduzida a pensar pelo estômago e não pela cabeça. É por isso que se distribui tanta cesta básica. É por isso que se distribui tanto tíquete de leite. Porque isso, na verdade, é uma peça de troca em época de eleição.”

Pois é. Quando chegou à presidência, Lula usou e abusou dessa peça de troca, enquanto comandava o projeto criminoso de poder do PT. Toda caravana de Lula, além de um fiasco, é um tributo à hipocrisia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário