Patrocínio

Patrocínio

sábado, outubro 28

Lula pela Mentira, por Felipe Moura Brasil


Em homenagem aos 72 anos de Lula, completado ontem, trago um texto que desnuda a sua alma asquerosa, feita por Felipe Moura Brasil, do Site O Antagonista. Os grifos em vermelho, foram feitos por mim.

Lula pela Mentira


Enquanto a Câmara dos Deputados enterrava a segunda denúncia de Rodrigo Janot contra Michel Temer, Lula disparava as suas bravatas em caravana por Minas Gerais, abusando do seu estilo “nós” (os autoproclamados defensores dos pobres) contra “eles” (os membros de uma alegada elite que odeia pobres). Em Itinga, por exemplo, o suposto pré-candidato presidencial disse: “O governo precisa parar de fazer corte no orçamento. Nós precisamos cortar é o dinheiro emprestado pros ricos e aumentar o dinheiro financiado pros pobres.” 

Mas como parar de fazer corte no Orçamento, se Dilma Rousseff, a afilhada de Lula, estourou as contas públicas, deixando um déficit fiscal de 170 bilhões de reais? E quem é Lula para falar em “cortar dinheiro emprestado pros ricos”? Os empresários mais ricos desse país, seja da JBS ou de empreiteiras que participaram do esquema de corrupção da Petrobras, como Odebrecht e OAS, ganharam fortunas em dinheiro público durante os governos do PT, geralmente pagando propinas para isso, como no próprio caso do triplex de Lula, apontado na sentença de Sérgio Moro como contrapartida por três contratos com a maior estatal brasileira. 

Entre 2006 e 2014, a receita líquida da JBS de Joesley Batista, por exemplo, cresceu cerca de 2.800%, passando de R$ 4,3 bilhões pra R$ 120,5 bilhões, graças ao bom relacionamento com o PT, que lhe rendeu acesso a fartos financiamentos do BNDES. Mas o cinismo de Lula foi além: “Agora mesmo nós estamos vendo eles comprarem votos de deputados para manter a permanência do Temer na presidência, quando 97% do povo não quer que o Temer continue na presidência.”

Eu, Felipe, posso denunciar Michel Temer por ter gasto 32,1 bilhões de reais em compra de votos para enterrar a segunda denúncia, mas quem é Lula para fazer isso?  O comandante máximo montou um quartel general num hotel de luxo em Brasília na época do processo de impeachment de Dilma Rousseff, onde recebeu parlamentares para oferecer o diabo em troca de votos para salvar sua afilhada; e ainda teve uma reunião secreta com Joesley Batista e Eduardo Cunha para tentar dissuadir o então presidente da Câmara de levar adiante o processo

Agora veja o que Lula disse em Araçuaí, sempre atribuindo a adversários indeterminados frases formuladas por ele mesmo: “Quando a gente criou o Bolsa-Família, [a oposição] dizia ‘ah, esse Lula tá dando dinheiro pra pobre porque esses pobres não vão querer mais trabalhar, eles tão virando vagabundo’. Eles nunca viram uma criança ir dormir sem tomar um copo de leite à noite". Relembro, então, o que o próprio Lula falava ( vídeo no início deste post ), inclusive sobre o leite, quando ele ainda estava na oposição no ano 2000:  “E, lamentavelmente, você tem uma parte da sociedade que, pelo alto grau de empobrecimento, ela é conduzida a pensar pelo estômago e não pela cabeça. É por isso que se distribui tanta cesta básica. É por isso que se distribui tanto tíquete de leite. Porque isso, na verdade, é uma peça de troca em época de eleição.”

Pois é. Quando chegou à presidência, Lula usou e abusou dessa peça de troca, enquanto comandava o projeto criminoso de poder do PT. Toda caravana de Lula, além de um fiasco, é um tributo à hipocrisia.

sábado, outubro 7

Mendonça Filho inaugura Instituto Federal em Santa Maria da Boa Vista

Ministro Mendonça Filho inaugura IF em Santa Maria

O ministro da Educação, Mendonça Filho, inaugurou na manhã desta sexta-feira, 6, a sede definitiva do campus Santa Maria da Boa Vista, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano (IF Sertão-PE). Orçada em R$ 10.818.786,47, a expansão da Rede Federal que contemplou a unidade foi anunciada em 2011. A construção do prédio atual começou em fevereiro de 2014 e as atividades, em instalação provisória cedida pela prefeitura local, iniciaram em agosto do mesmo ano. 

        Mendonça Filho disse que tem se dedicado muito à educação no Brasil – desde as creches que estavam paralisadas e estão sendo retomadas, a educação infantil, o ensino fundamental em parceria com vários municípios, passando pelo ensino médio. “Este é um campus que vai mudar a cara de Santa Maria. Eu quero que o prefeito e a comunidade aproveitem essa oportunidade”, afirmou o ministro. Além do valor da obra, o MEC liberou também, via TED e já na gestão de Mendonça Filho, outros R$ 2.890.479,84, para aquisição de equipamentos e mobiliário para o campus.

        O local tem capacidade para atender até 1,2 mil alunos. Hoje, a unidade no sertão pernambucano conta com cerca de  250 alunos, sendo regulares e  em cursos de formação inicial e continuada (FIC). Além de Santa Maria da Boa Vista, o campus beneficia também os municípios de Orocó, Lagoa Grande e Cabrobó. “A gente tem aqui o potencial de abrigar até 1,2 mil estudantes e temos que acolhê-los com carinho e com qualidade técnica. Isso vai mudar a realidade de vida desses jovens”, completou Mendonça Filho.

        Emocionada, a reitora do IF Sertão-PE, Maria Leopoldina Veras Camelo, disse que o campus é a realização de um sonho. “Hoje é um dia muito importante, não só para a cidade de Santa Maria da Boa Vista, mas para todo o nordeste brasileiro”, afirmou a reitora. “Com a inauguração do campus, estendemos nossa área de atuação e passamos a atender 75 municípios do Nordeste”, completou Maria Leopoldina.

        Já o prefeito de Santa Maria da Boa Vista, Humberto Mendes, se mostrou feliz em testemunhar esse grande investimento por parte do governo federal na região do sertão pernambucano. "Recebemos hoje o maior empreendimento que Santa Maria da Boa Vista já teve em toda a sua história. Esse campus não é só da nossa cidade, mas de todos os municípios que vão se beneficiar com essa obra", agradeceu o prefeito. Atualmente, o campus oferece os cursos de técnico em agropecuária, técnico em edificações, técnico em segurança no trabalho e técnico em manutenção e suporte em informática. O objetivo é que cursos de ensino superior estejam disponíveis para os alunos em 2019.

        Estrutura – Distante 611 quilômetros de Recife, o campus tem 5.577,39 m² de área construída, com 12 salas de aula, laboratórios de física, matemática, biologia, química e línguas, dois laboratórios especiais, cozinha, refeitório, biblioteca, auditório, quadra poliesportiva, ambientes administrativos e estacionamento. A sede provisória funciona no centro de Santa Maria da Boa Vista e conta com três salas de aula, um laboratório de Informática, uma sala de secretaria acadêmica, uma sala para coordenação pedagógica, uma sala para administração e planejamento e uma para a gestão do campus.