Patrocínio

Patrocínio

quarta-feira, setembro 6

Palocci teria jogado a pá de cal em Lula?

Essa foto é de Dezembro de 2002... vejam as caras de alegria.
Eu jamais fui seduzido pelo Partido dos Trabalhadores. O mais perto que cheguei de um dia votar no Partido foi quando, por pura zona mesmo, dizia que votaria se o candidato fosse Eduardo Suplicy ( ele é santista assim como eu para quem não souber ). Todos que me conhecem sabem muito bem disso. Tenho desafetos por causa disso, tenho admiradores também. É da vida.

Jamais senti qualquer tipo de admiração pelo ex-presidente Lula. Bravateiro nato, nunca chegou nem perto do tipo de político que eu acho que deva representar-me. Contudo, nunca negue-lhe uma qualidade: inteligente. Tem quem ache-o burro, mas isso ele jamais foi. Esperto, conseguiu muita coisa na vida, como por exemplo não trabalhar a mais de 40, quando virou dirigente sindical. 

Quando ele venceu a eleição de 2002, eu disse a amigos: não tenho grandes esperanças para ele e por isso entendo que ele possa superar minhas expectativas. E se ele cumpriu essa previsão foi por causa - basicamente - por causa desses dois homens na foto tirada dias antes da posse triunfal em 1º de Janeiro de 2003: Henrique Meirelles ( Presidente do Banco Central ) e Antônio Palocci ( Ministro da Fazenda ). Foram estes 2 homens que peitaram e colocaram os radicais petistas no eixo, mantendo os pilares da economia herdados de FHC. Eles que colocaram o equilíbrio fiscal acima de qualquer sanha que os radicais queriam ver posta em prática. Foram anos duros, de pouco crescimento, mas de controle da dívida interna, de inflação baixa e ganho cavalar de credibilidade externa. Não é a toa que Meirelles agora no posto de Palocci repete a receita e temos o mesmo quadro se repetindo.

Mas veio o Mensalão e Lula decidiu, depois de re-eleito que era preciso ser "mais agressivo" ou gastar sem limites. Palocci já tinha sido abatido com o caso da quebra do sigilo do caseiro Francenildo, no qual sequer foi julgado num caso jamais esclarecido porque Lula mexeu seus pauzinhos para isso. Voltaria apenas em 2010, como homem forte de Dilma, para cair ainda durante o primeiro ano do mandato da péssima Presidente. Foi preso pela Operação Lava Jato e... bom, acho que todos leram sobre. Mas se não tiver, veja aqui

Hoje, o dia da bomba divulgada pode perfeitamente ser o dia em que foi pregado o último prego no caixão de Lula e do PT ( este como partido de grande porte é certeza ). Antes os partidários poderiam dizer que era invenção de bandidos, de corruptos históricos, de pessoas que odiavam Lula e o PT... mas agora, como dizer isso? Palocci era tão de confiança de Lula e Dilma que foi Ministro dos 2 e em cargos de grande prestígio. Não sei vocês, mas eu não colocaria qualquer um na Casa Civil. Palocci é um grão-petista, ex-Prefeito de uma das cidades mais importantes do Brasil ( Ribeirão Preto ). Não é qualquer um. Mais do que ele, só se José Dirceu decidisse fazer o mesmo.

Lula, sempre eloquente, está calado. Nada disse. Nem Dilma e muito menos o PT. E tudo isso veio um dia depois de Rodrigo Janot ter denunciado 8 petistas, entre eles Lula e Dilma. Tudo isso no dia em que Lula terminou sua "caravana" no Nordeste. Seria complicado pensar em momento pior para essa avalanche de péssimas notícias acontecer do que ontem e hoje. 

Foi ou não a pá de cal? Só o tempo dirá, mas está bem mais para sim do que para não.

Nenhum comentário:

Postar um comentário