Patrocínio

Patrocínio

quarta-feira, junho 21

Atividade Parlamentar ou Paralamentar? 3.0




As fotos acima são, acreditem, de uma Quadra Esportiva. A mesma fica localizada na Rua Antônio Alves da Cruz, no bairro Riachinho. Toda vez que passo por ela - e eu moro bem próximo - fico com um sentimento de frustração e raiva. Este equipamento foi construído pelo Prefeito Cornelito em 1990 e ficou ativo até o final da década. E ai veio o abandono...

Durante os Governos dos ex-Prefeitos Cleuza Pereira ( 2001-2008 ) e Marcones Libório ( 2009-2016 ) o local ficou praticamente do mesmo jeito que ai está. Na gestão do segundo ainda foi pior: começou-se uma reforma por duas vezes e nas duas ela foi abandonada. E isso nem foi o pior momento da quadra: por volta de 2005 a então Secretária de Saúde, Gorete Coelho, queria destruir de vez a quadra para construir ali o Posto de Saúde do bairro. E pasmem: com a anuência de gente grande dentro do então Governo da atual Deputada Cleuza Pereira. Não fosse a minha, incisiva, defesa e este post não estaria sendo escrito...

Pois bem, veio 2016 e o candidato Clebel Cordeiro fez seu primeiro bate-papo exatamente nas imediações da quadra, no fim da Rua Antônio Vieira de Barros. E ali, comprometeu-se a reformar a quadra, elegendo-a como prioridade número 1.  No que, é claro, foi aplaudido por todos os moradores do bairro. Hoje, dia 21 de Junho, Clebel Cordeiro tem exatos 172 dias de mandato contra 16 anos do PSB ( 5844, sem contar é claro os 1461 do período entre 1993 e 1996 ). Além de uma crise nacional pela frente e outros problemas, Clebel não teve tempo para começar a obra. 

Diante disse o que faz um membro da bancada da oposição? Apresenta um requerimento para que Clebel reforme a Quadra. Mas o Vereador em questão era Secretário do Governo anterior, mas faz como se não tivesse sido. Além disso, dois membros da bancada autoproclamada do "povo" foram Secretários e ocuparam pastas diretamente ligadas à quadra: Serviços Públicos e - pasmem!!! - a de Cultura e Esportes. O que esses Secretários fizeram pela Quadra? NADA!!!

Mas estes Vereadores acham que, tem moral, para cobrar o Prefeito Clebel Cordeiro sobre a quadra que em 4 Mandatos o Partido/Grupo deles ignorou a quadra. Se isso não é hipocrisia, eu não entendo o que possa vir a ser... é ou não um caso Paralamentar? Com a resposta, o povo.

quarta-feira, junho 7

Bola do fora do Sport ao buscar tirar Tarcízio da Buzina da Final

Segundo o Sport, Zé do Rádio na Ilha pode...

mas Tarcísio da Buzina no Salgueirão, não.
Sou, jamais neguei isso, torcedor do Sport. Quem me conhece sabe bem que concilio numa boa os três times de S na minha vida: Santos, Sport e Salgueiro. Paulista de nascimento que sou herdei de meu velho o DNA santista. Tendo vindo morar em Salgueiro no ano de 1982 virei rubronegro a partir de 1987... e desde que o Carcará foi criado - com algumas restrições no começo - vesti a camisa do time. Mas tenho ordem de preferência: Santos, Sport e Salgueiro. 

Mas nesta decisão, farei uma rara inversão nesta ordem: sou 100% Salgueiro. E por isso lamento, profundamente, a atitude desprezível do Leão da Praça da Bandeira. Absurdamente o time recorreu a um Juiz torcedor do Clube para proibir a presença do torcedor símbolo do Salgueiro: Tarcísio da Buzina. 

É chato? Claro que é... eu considero-me próximo dele e gosto dele como pessoa. Seu modo de torcer atrapalha na partida, mas é um DIREITO dele. Ele paga ingresso e assim pode torcer como bem entender, desde que não viole nenhuma lei. E não é o caso aqui, com 100% de certeza. Então, porque o Sport fez isso?

O time do Sport contratou Vanderlei Luxemburgo e... ele fez sérias críticas a Tarcísio, mas TODOS os técnicos assim o fizeram, de Vadão até Paulo Roberto Falcão. Mas pode um time proibir que um torcedor do rival torça da maneira que deseje? Para mim, não. Mas para o Juiz, torcedor declarado do Sport, sim. 

E fica a pergunta: porque o Sport fez defesas públicas de Zé do Rádio, quando Telê Santana o criticou nos anos 90? Quer dizer que o chato for do Sport pode, mas se for de outro time não? Aqui esta a maior incoerência do estapafúrdio pedido do Sport. E que se note que a inútil Federação Pernambucana de Futebol não fala nada e nem rebate o pedido sem sentido. 

Futebol decide-se no campo. Ao tentar tirar Tarcísio de campo ( ou a sua buzina ) o Sport consegue o oposto, com campanhas de torcedores tomando conta das redes sociais. Pelo alarido que estão nelas, creio que a saída de Tarcísio nem será sentida. Pelo lado do Salgueiro, já para Luxemburgo...

segunda-feira, junho 5

Michel Temer se sustenta até quando na Presidência?

Inferno astral do "presidento" parece não ter fim...
Não tem sida nada fácil Governar o Brasil recentemente. Dilma tentou por quase 6 anos, não conseguiu e sofreu Impeachment por total incapacidade de juntar uma base, quase tudo por culpa dela mesmo. Ou de Lula, que a escolheu para sucedê-lo. E convém lembrar que Temer é outra escolha pessoal de Lula...

Temer fez uma escolha errada de Ministros, muitos dos quais saíram antes de seis meses de Governo ( alguns com menos de um 1 mês ) e outros que poderiam estar presos agora. E talvez venham a sê-lo em breve. Além disso as poucas escolhas técnicas feitas por ele já correram da balbúrdia que é o Governo Temer, com destaque maior para Maria Sílvia do BNDES. Restou Henrique Meirelles na Fazenda. Até quando, ninguém sabe...

Temer tem, que coisa, o posto de maior idiota da Presidência ao se deixar gravar por um empresário conhecidamente mau caráter. Em tempos de Lava Jato ele deveria ter sido um pouco mais cuidadoso. Faz, neste tocante, páreo com Dilma que é o ser mais burro a ocupar a Presidência. Se o caso não lhe levar a um processo de impeachment, ele terá sérios problemas para seguir no comando.

Por outro lado, como se fosse pouco, ainda tem o Processo de Cassação da Chapa Dilma-Temer, naquela que é a mais terrível chapa já eleita da história do Brasil. Neste processo Temer pode perde seu posto e vermos o país numa eleição indireta ( fora disso é Golpe ) onde pode acontecer tudo. Além disso tudo ele pode ser processado pelo STF porque o crime cometido foi no exercício do mandato.

Ai vem a pergunta: quanto tempo ele resiste? Não sei, mas hoje parece bem pouco provável que chegue até 31 de Dezembro. Deste ano, não no fim do mandato em 2018. Isso traria problemas graves para o país, mas só poderemos dimensioná-los ( ou não ) quando ele eventualmente cair. Até lá, teremos um cadáver insepulto comandando o Brasil. E isso, em todos os sentidos, é tenebroso.

sábado, junho 3

A perda da narrativa da esquerda, por Rodrigo Constantino




A extrema esquerda vive dias de profunda angústia. Não é mais capaz de lotar as ruas com seus protestos, mesmo colocando show grátis de septuagenário da MPB e artista global para bater selfies. Só chama a atenção mesmo quando adota a estratégia do quebra-quebra, com a convocação paga com mortadela dos marginais ligados aos sindicatos e MST.

Essa decadência se deve em parte ao avanço das redes sociais, que permitem a exposição da hipocrisia dessa turma de “intelectuais” e artistas engajados, antes protegidos pela hegemonia esquerdista na imprensa. Agora, com direito ao contraditório, fica evidente a perda da narrativa desses socialistas, que sempre viveram só de narrativa, já que seus resultados foram invariavelmente terríveis.

Como essa extrema esquerda pode, por exemplo, gritar por “Diretas Já”, se defende o regime de Maduro na Venezuela ou mesmo Cuba, a ditadura mais longeva e opressora do continente? A democracia e a “vontade do povo”, como podemos perceber, não passam de um engodo, um slogan bonito para enganar trouxas – os que restaram.

Que tal o combate à corrupção, a velha bandeira da ética? Como alguém vai fingir que condena a corrupção se poupa Lula, o chefe da quadrilha petista, a quem Joesley Batista, da JBS, diz ter dado US$150 milhões na Suíça? Essa bandeira está completamente esgarçada. A extrema esquerda é conivente com o crime, desde que o criminoso também seja da esquerda radical.

Será que cabe tentar o discurso de “pai dos pobres” contra as “elites insensíveis”? Como colar, se o governo petista deixou mais de 14 milhões de desempregados, se voltou com a alta inflação, que afeta desproporcionalmente os mais pobres, se foi uma máquina de produzir miséria?

Se o negro for liberal, lascou! Se a mulher for conservadora, fogo nela! E se o machista for do PSOL, silêncio

Democracia, ética, combate à corrupção, crescimento econômico, progresso social: como não cair na gargalhada diante de um típico esquerdista radical que tenta pregar tais coisas? É como se o PT não tivesse governado o Brasil nos últimos 14 anos! É como se a realidade não existisse, para a fantasia sobreviver.

Diante desse quadro angustiante para um socialista brasileiro, só resta mesmo posar de defensor das “minorias”, falar de legalização de drogas, de movimento LGBT, feminismo, identidade de gênero ou outra baboseira qualquer. É fruto do desespero, e por isso tentam monopolizar as virtudes quanto a essas “minorias”.

Mas qualquer olhar atento sabe que esses coletivistas não ligam para os indivíduos de minorias, e apenas usam-nos como mascotes. Se o negro for liberal, lascou! Se a mulher for conservadora, fogo nela! E se o machista for do PSOL, silêncio.

Acabaram as narrativas da extrema esquerda. Restou apenas a triste verdade: essa turma só liga para o poder. E dane-se o outro!

Real Madrid reafirma seu domínio na Europa... e no Mundo.




A partida em Cardiff começou elétrica e com cara de que seria sensacional. E com 20 minutos Cristiano Ronaldo fez o primeiro, com desvio de de Chiellini que matou Buffon. Só que pouco tempo demais viria o golaço da partida: Mandzukic fez mm volei primoroso de fora da área e deixou tudo igual. 

Aqui o pêndulo da final poderia ter pendido para o lado do time italiano, com mais posse e pressionando o time madrilenho. Acontece que a Vecchia Signora é uma equipe com forte defesa e não com ataque espetacular. E perdeu chances que custaram caro o fim do confronto. Quando o primeiro tempo terminou os merengues estavam mais do que satisfeitos. 

Após o intervalo o ímpeto ofensivo do time espanhol sobressaiu e atropelou o rival de forma impiedosa com 3 gols, um deles o golaço da segunda imagem que ilustra este post, do brasileiro Casemiro. Cristiano Ronaldo fez o segundo e Asensio fechou a conta. O placar não retrata a dedicação e empenho dos juventinos, mas reforça a supremacia do time do Real, que venceu sua terceira Champions em 4.

Se um dos 6 times do Brasil classificados vencer a Libertadores, já sabem quem terão que encarar. Isso, é claro, se chegarem até a final, porque recentemente os sulamericanos tem ficado na semifinal...

sábado, maio 27

O Antagonista traz negociação nefasta contra o futuro no Brasil

Presidente do Senador, Eunício Oliveira, cotado para compor chapa numa eleição indireta.
Devemos ter medo do que o site O Antagonista revela: um golpe tramado por PT, PSDB e PMDB com a finalidade de salvar a pele de TODOS os envolvidos na Operação Lava Jato. É de sentir frio na espinha... Leiam e tentem acreditar...
A trama revelada

O golpe para salvar Lula, Dilma Rousseff e Michel Temer (e todo o resto da ORCRIM) está sendo tramado no Senado por peemedebistas, petistas e tucanos.

Leia o que diz Alberto Bombig, do Estadão:
“Estão em curso em Brasília as tratativas de um acordão que visa a utilizar uma eventual eleição presidencial indireta para anistiar parte do mundo político e colocar o Congresso como contraponto à Lava Jato e ao Ministério Público Federal (…).
Pelo arranjo dos senadores, Eunício Oliveria seria vice, mas de um outro candidato, alguém com coragem suficiente para enfrentar a opinião pública e frear os procuradores e o juiz federal Sérgio Moro.

Para o grupo do Senado Federal, apenas dois nomes entre os colocados até agora como pré-candidatos têm peso e tamanho para a missão: Nelson Jobim e Gilmar Mendes.
Só para lembrar: no Senado, são investigados, entre outros, o próprio Eunício, Renan Calheiros, Gleisi Hoffmann e Aécio Neves (…).

Para facilitar a renúncia de Temer, o acordo garantiria a ele um indulto (a imunidade penal a ser dada pelo futuro presidente) e a votação da PEC que manteria o foro privilegiado a ex-presidentes, evitando que o caso dele chegue até Moro. Essa PEC também livraria Lula das garras do juiz federal, parte que mais interessa ao PT”.

sexta-feira, maio 26

Porque devemos nos preocupar com a saída de Maria Sílvia Bastos do comando do BNDES

Mulher forte do Governo foi fritada porque queria moralizar o Banco...
Uma péssima notícia para o Brasil, mais do que o combalido Governo Temer, acaba de cair como bomba: Maria Sílvia Bastos, Presidente do BNDES, pediu demissão. Ela sai, dentro outros motivos, porque quis moralizar o Banco e retirar de lá as ratazanas, como "oficialmente" era seu papel designado pelo Presidente Michel Temer.

Antes de prosseguir, leiam nota de Maria Sílvia divulgada a pouco:

"Prezados benedenses,

Nesta sexta-feira, 26 de maio, informei pessoalmente ao presidente Michel Temer a minha decisão de deixar a presidência do BNDES. Todos os diretores permanecem no cargo e o diretor Ricardo Ramos, pertencente ao quadro de carreira do BNDES, responderá interinamente pela presidência do Banco.

Deixo a presidência do BNDES por razões pessoais, com orgulho de ter feito parte da história dessa instituição tão importante para o desenvolvimento do país. Nas duas passagens que tive pelo Banco, como diretora, nos anos 90, e agora, como presidente, vivi experiências desafiadoras e de grande importância para a minha vida profissional e pessoal.

Neste ano à frente da diretoria do BNDES busquei olhar para o futuro, estabelecendo novos modelos de negócios e estratégias para o Banco, sem descuidar do passado e do presente, sempre tendo em mente preservar e fortalecer a instituição e seu corpo funcional.

Desejo boa sorte a todos, esperando que sigam trabalhando para que o BNDES continue sendo o Banco que há 65 anos faz diferença na vida dos brasileiros. Um grande abraço,

Maria Silvia"

A nota, claramente, foi feita para ser polida e não atacar o Governo, mas as razões pessoais citadas por Maria Sílvia na verdade são questões de integridade, que ela tem de sobra. Leiam o que postou o site O Antagonista, sobre os reais motivos da saída de Maria Sílvia:

Maria Silvia indicou a advogada Claudia de Azeredo Santos, sua amiga, como representante do BNDES no Conselho da JBS. 
Foi Claudia que articulou o voto contrário do BNDESPAR à reorganização societária da JBS - a criação de uma nova empresa com ações negociadas em Nova York e sede na Irlanda -, o que derrubou as ações da companhia.

A advogada também foi contra oferta da JBS para compra da participação acionária do banco no grupo. 
Essas ações, tomadas bem antes de Joesley aderir à delação premiada, foram muito criticadas internamente no governo de Michel Temer. A partir daí, Maria Silvia começou a ser fritada, especialmente por Moreira Franco.

Por isso é que devemos ficar muito preocupados quando alguém muito competente como Maria Sílvia sai de um Governo, ainda mais quando o BNDES vem para o olho do furação e de lá existem coisas e mais coisas a serem explicadas. Ela tinha boa vontade, além de capacidade, para moralizar o Banco, mas... as mesmas pessoas que quebraram o país não tem o menor interesse nisso.

Preocupante porque perde o país. O Governo também não sai perdendo Flávio? Sim, mas Temer é apenas um cadáver insepulto. Como era Dilma desde o segundo turno de 2014...

quinta-feira, maio 25

Jornalista Reinaldo Azevedo, para desgosto de muitos, mantem seu Blog mesmo após intimidação da Justiça


Nunca neguei a admiração que tenho pelo modo de escrever e pensar do Jornalista Reinaldo Azevedo. Desde 2006 que acompanho seu Blog, tendo por diversas vezes reproduzido textos dele aqui. E seguirei fazendo sempre que achar interessante. Ele teve uma conversa dele grampeada e divulgada ao arrepio da Lei com a irmã de Aécio Neves, Andreia. Na conversa eles não tratavam de nada ilegal e apenas mantiveram uma conversa entre jornalista e fonte. Ele, por causa disso, pediu demissão da Veja, mas seu Blog será mantido no Site da Rede TV, como ele mostra no texto abaixo.

A RETOMADA


Há 12 anos, a esquerda tentou me calar; agora, foi a Lava Jato. Hora de crescer!


Em 2006, pressões oriundas do PT fizeram com que eu tivesse de fechar a revista e site “Primeira Leitura”. Como? Os donos do poder pressionavam as agências para que não anunciassem na revista. Criei, então, este blog. O primeiro post foi publicado às 18h57 do dia 26 daquele ano. Não estava hospedado em lugar nenhum. Duas semanas depois, a VEJA, o Estadão e o Globo fizeram propostas para abrigar a página.

A página migrou para VEJA e lá permaneceu até esta terça-feira. Um vazamento criminoso de uma conversa privada entre mim e Andrea Neves, que era minha fonte, levou-me a pedir demissão da revista. Por quê? Eu havia criticado uma reportagem da revista.

O único que cometeu crime, no caso, foi o agente de Estado que tornou pública uma conversa que não tinha nenhuma relação com a investigação. Violaram-se o Inciso XIV do Artigo 5º da Constituição, que assegura o sigilo da fonte e é cláusula pétrea, e o Artigo 9º da Lei 9.296, que manda destruir as escutas que não dizem respeito à investigação.

Em meio a mais de duas mil gravações, o “vazador” escolheu precisamente uma conversa com potencial para me indispor com a VEJA. O objetivo, obviamente, era me tirar da revista. E foi alcançado. Por iniciativa minha, reitero. Embora não tenha feito nada demais, achei a situação incômoda.

Mas, como se vê, mais uma vez, não podem cantar o meu fim. O blog migra agora para a página da RedeTV!, de que sou comentarista, que fica hospedada no portal UOL. E vamos tocar a vida. Sou grato à VEJA por esses 12 anos e também por ter concordado em liberar o arquivo desse tempo. Há etapas técnicas a cumprir, mas logo está tudo disponível para consulta. Não quero ficar aqui contando vantagem, mas os que acharam que poderiam me destruir estavam me fortalecendo.

Agora como antes.

O que aconteceu em Brasília tem nome: Terrorismo. E solução também: Cadeia.






Cenas de guerra, que beiram o surrealismo ocorreram ontem em Brasília. Cenas lamentáveis e que correram o mundo, ganhando as primeiras páginas dos principais jornais do mundo. O que era para ser um protesto democrático contra o Governo - do péssimo - Michel Temer transformou-se em atos de terrorismo, que causaram depredação de patrimônio público e privado e caos na capital federal.

Antes de prosseguir uma informação: os que terroristas que protagonizaram isso são os mesmos que defendem o que Nicolás Maduro faz em Caracas, ou seja, usar a força para reprimir manifestações. É prudente deixar isso bem claro, mas muito claro para todos o que pensam essas "pessoas"...

Em uma Democracia atos assim não são tolerados e obviamente o Estado interfere. E quando falo estado não falo do Governo, porque estes são transitórios e temporários. Falo da organização, que envolve todas as estruturas que no fim compõem o Governo. Dentre elas, é claro, a Polícia e as Forças Armadas. Quando os cidadãos extrapolam os limites, o poder repressivo do Estado ( não do Governo em si ) entra em ação. E existem limites claros para a utilização deste poder contra manifestantes. Cabe aos organizadores dos protestos, definir o que será feito ou não...

Durante o "Fora Dilma", os que queriam sua saída JAMAIS promoveram quebra-quebra, em lugar algum, e foram vários e vários protestos. Já quando os vermelhos saem às ruas, invariavelmente alguém vai ter prejuízo: seja o Estado ou o Particular. Essas pessoas não tem limites e, acreditem, querem mesmo é sangue. Se nas suas manifestações não tiver alguém ferido é como um sorvete sem açúcar. Eles querem é que tenham balas, cassetetes, bombas e etc, tudo para posarem de "vítimas", de "coitadinhos". Não por outro motivo, eles odeiam a Polícia e defendem que a mesma seja extinta. Assim poderiam quebrar tudo sem serem importunados.

O Presidente Temer usou pedido do Presidente da Câmara, Rodrigo Maia, para colocar as Forças Armadas nas ruas. Está certo nisso, mesmo que Maia tenha pedido a Força Nacional e não as Forças Armadas. O Ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a decisão de usar o efetivo de 1,5 mil homens deveu-se ao fato de que, no total, em Brasília o contingente da Força Nacional é de menos de 150 homens, o que claro é insuficiente para conter os atos terroristas da esquerda.

Logo tomada a decisão loucos começaram a postar que estava de volta o AI-5, de que voltávamos ao Golpe de 64 e etc. Tudo balela, as garantias individuais estão em vigor e quem quiser manifestar-se poderá fazê-lo normalmente. Quem quiser gritar "Fora Temer" pode fazer quantas vezes desejar, mas sem quebrar nada e nem colocar a vida das pessoas em risco. Mas isso, é claro, não é o que querem os esquerdistas.

O título do post, como é de meu feitio, vai direto ao ponto, tanto para denominar o que acontece quanto para apontar a solução. E quando falo em cadeia, me refiro também - e principalmente - aos organizadores, dentre eles até mesmo Senadores.  Duvidam? Vejam esta foto postada pelo site O Antagonista:


Por fim deixo uma prova da "moral" dessa gente, com este post de Guilherme Boulos no Twitter:

É ou não é algo estupefaciente?

domingo, maio 21

Pedir Diretas Já é Golpe...

Golpe é tentar rasgar a Constituição...

Sou um defensor da Constituição. Entendo que nas Democracias - jovens ou não - é a Constituição que deve reger a nação nas suas crises, mesmo nas piores possíveis, como a atual situação do Brasil. Nos EUA a Constituição tem mais de 220 anos e menos de 30 alterações. Não me ocorre que as Constituições Europeias sejam alteradas frequentemente quando existem crises. Isso não é uma questão de gosto, mas sim de apego a história...

Neste sentido, e diante da crise que não finda, as saídas para o impasse ético, moral e político só pode acontecer dentro da letra fria da Lei. Fora dela, toda e qualquer solução será um verdadeiro Golpe.  Na Carta Magna de 1988 está clara qual caminho temos que seguir, caso Michel Temer seja cassado, preso ou renuncie: eleições indiretas, em 81 dias após a vacância do Cargo, com o Presidente da Câmara assumindo o posto e o do Senado comandando o processo. É o que está na Lei e deve ser seguido.

Segundo a tese levantada, o atual Congresso não tem moral para eleger um Presidente. Eu até acho este Congresso deplorável, mas como todo aluno inicial do curso de direito sabe: dura lex, sede lex ( a lei é dura, mas é a lei ). Quem pede por Diretas Já não está pensando no país e sim no seu partido. Ou não estariam assim pensando os petistas - os primeiros a cantar esta pedra - como saída? Primeiro porque Lula está em curso de ser condenado e ficar inelegível antes do pleito do ano que vem e porque, sendo agora, ele seria eleito facilmente? Para ser justo, outra que também flerta com o baguncismo jurídico é Marina Silva, que só aparece de tempos em tempos, quando o cenário aparentemente lhe é conveniente. 

Mas eu chego ao ponto mais interessante: se o Congresso é de fato deplorável para eleger um Presidente, como poderia ser ele decente para aprovar uma Emenda à Constituição, dentro de 30 dias para que tenhamos um pleito ainda em 2017? Se o Congresso não presta - e de fato ele é bem ruim - porque confiar nele uma alteração Constitucional dessa magnitude?

Por isso que devemos seguir o que diz a Constituição. Ou que a rasguemos de vez e façamos outra. Mas até para isso, precisaremos deste atual Congresso. Porque só ele pode aprovar uma Nova Constituinte. 

sábado, maio 20

Uma república de cabeça para baixo; eles roubaram o Brasil sem piedade! - por Machado Freire

O Congresso Nacional no centro de tudo....
O amigo Machado Freire postou um texto que eu achei primoroso e por isso trago aqui para vocês. Espero que gostem:

O que essas quadrilhas que assumiram o poder no Brasil (imaginem, através do voto popular) fizeram contra a maioria do nosso povo é algo digno de uma profunda reflexão. E de uma resposta moral à altura da dignidade humana !

Eles fomentaram as falcatruas da forma mais cavilosa e enganadora que se pode imaginar: engordavam o patrimônio das empresas ( só para citar duas,JBS e Odebrechet) e passavam a exigir muito dinheiro para se manter no poder através de campanha eleitorais milionárias. Na base do "é dando que se recebe" e o "crime compensa".

Os conluios (mostrados nos audios e vídios dos delatores) se espalhavam pelo Brasil afora e atingiam vários países, onde eram "montadas" empresas - sucursais e filiais, dos conglomerados com origem no Brasil. A JBS era um simples açougue e se agigantou de forma estratosférica, com representação em vários países, inclusive nos Estados Unidos, onde moram os bandidos mais organizados do mundo que não irão presos nem usarão tornozeleiras. Vão pagar , apenas, R$225 milhões!

Já a Odebrechet, transformou-se na maior construtora do pais e passou a demandar contratos internacionais, inclusive em Cuba, republiqueta das mais pobres do mundo. Tava lá o dedo do governo Lula sob falso argumento de uma generosidade mais do que questionável. Se passou a construir obras e executar projetos importantes na África.

O dinheiro roubado do nosso País , fruto do trabalho de pais e mães de família, servia para manter de pé os projetos de algumas dezenas de canalhas travestidos de homens e mulheres públicas, com representação no Congresso Nacional, Assembleias Legislativas, Prfeituras, etc.. Aqui no Nordeste, os pobres se convenceram de que "nunca vivemos tão bem, pois recebemos o Bolsa Família e conseguimos comprar uma moto a prestação...".

As falsas lideranças nacionais e regionais faziam questão de ser chamados de esquerdistas comprometidas com o futuro da nossa juventude, cuja maioria, hoje, nunca leu um livro e não sabe quem foi Raquel de Queiroz, Castro Alves, José Lins do Rego. Nem mesmo o pernambucano Gilberto Freyre. Muitos continuam fazendo o percurso de casa para a escola em paus de arara, enquanto organizações bandidas consomem as verbas carimbadas do transporte escolar. Hoje, a violência incrementada pelas drogas colocam a morte dos jovens em primeiro lugar.

Foram mais de 13 anos -do inicio da administração (nós, conosco) de Lula, até o final do desgoverno de sua sucessora, Dilma e, finalmente, do período tumultuado de Michel Temer. É muito tempo para preparação, organização e manutenção de quadrilhas que envolveram, inclusive, setores ligados aos mais diversos segmentos, principalmente os chamados agentes públicos, que são pagos com o suor do rosto dos contribuintes. É muito difícil não termos um "núcleo" bandido fazendo negócios escusos nas repartições públicas, da pequenininha prefeitura no interior do Piaui até o salão verde -azul, amarelo ... do Congresso Nacional, salas e gabinetes de ministérios e do Palácio do Planalto. Tem bandido em todo lugar!

Nem precisa dizer que ministros de estado, deputados, senadores e governadores simplesmente deixaram de considerar o compromisso constitucional, ético e moral de trabalhar em defesa da Nação e passaram a dilapidar, de forma vergonhosa , o patrimônio nacional: A empresa tal vai ganhar esse contrato, mas tem que deixar R$10 milhões para o deputado fulano de tal, R$20 milhões para o senador beltrano e R$5 milhões para governador do Rio de Janeiro, etc, etc.

Deve-se lembrar, a propósito, que o Brasil foi empurrado a sediar a Copa do Mundo. Tinha porque tinha que realizar o maior certame mundial de todos os tempos, para dizer aos países do primeiro mundo que este é o "país do futebol" e da modernidade. E levou de 7 a zero, foi humilhado e continua endividados e envergonhado perante o mundo. Se existe castigo, este fui um do tipo de "azar da cabrinha preta"!

Foi a maior roubalheira de todos os tempos, com o envolvimento de empresas, agentes públicos em vários estados. Surrupiado o erário (o nosso dinheiro público) e muitas obras/projetos apelidadas de "Arena" passaram a ser subutilizadas, mais parecendo elefantes brancos. Deixaram despesas enormes para sua manutenção por parte dos governos estaduais, como é o caso da Arena Pernambuco.

E foram muitos negócios imorais e atos praticados por bandidos travestidos de "homens públicos", deles que se encontram presos e outros que se valem das fortunas (é o caso dos donos da JBS) para fazer a tal "delação premiada" onde apresentam em depoimento ao Ministério Público, quem foram os seus "achacadores". Os caras da JBS afirmam ter financiado campanhas de quase 2 mil políticos com um aporte de R$ 400 milhões, dinheiro que garantiriam vantagens futuras avaliadas em alguns bilhões. Eles nasceram pobres e são bilionários, "sem medo de ser felizes", graças a um BNDES e amizades com os poderosos que se tornaram gestores com o voto popular. Neste caso, o voto teve o efeito e consequências invertidas.

Para concluir "este vale de lágrimas", coloco abaixo o final de um belo artigo da lavra do ex-presidente da Câmara Municipal de Vereadores e da OAB de Arcoverde, Edilson Xavier:
"Observem o que nos restará para o voto para presidente: uma evangélica fanática, como Marina Silva, um desajustado como Ciro Gomes, um riquinho de São Paulo, João Dória, e agora pelas pesquisas aquele sempre gostou de golpe militar, o Jair Bolsonaro. Pelo jeito, salve-se quem puder porque com a classe política que temos hoje o país permanecerá nesse imenso atoleiro moral."

quarta-feira, maio 17

Será o fim da Republica?

Temer negociou o silêncio de Cunha com a JBS...

enquanto que Aécio teria pedido 2 milhões para sua defesa...

E podemos voltar a ter uma mulher na Presidência...

O Brasil parece não ter mais jeito. O Site do Jornal O Globo trouxe o que pode ser o furo do ano: o Presidente Temer - em Março deste ano - negociou com os donos da JBS - o pagamento de valores para silenciar o ex-Deputado e Presidente da Câmara Eduardo Cunha. E o pagador da propina Joesley Batista teria gravado tudo. Com isso - e por ter sido durante o exercício do mandato - Michel Temer pode ser processado pelo crime de corrupção. Segundo alguns, quando a gravação for tornada pública, ele só terá uma saída: renunciar.

Mas isso não foi tudo. Como se fosse um amador, o Senador Aécio Neves foi até o mesmo Joesley e pediu 2 milhões para custear sua defesa na Operação Lava Jato. E também foi gravado. A ação de um Senador agindo assim é tão amadora que parece até impossível de se acreditar, mas a gravação existe. E convenhamos: com tudo o que tem acontecido desde 2014 ir pedir dinheiro a empresários é coisa de gente muito burra. 

Os donos da JBS ( além de Joesley tem o irmão dele, Huesley ) acertaram Acordos de Delação Premiada, mas a mesma não foi tornada pública. Assim, tanto Temer quanto Aécio ( e quem sabe mais ) caíram nos seus erros que acreditavam ficarem escondidos. Com isso e caso Temer renuncie ( ou sofra Impeachment ), estão na lista sucessória, pela ordem: Rodrigo Maia ( DEM ), Presidente da Câmara; Eunicio Oliveira ( PMDB ) Presidente do Senado e a Ministra Carmem Lúcia. Presidente do Supremo Tribunal Federal. Acontece que existe uma decisão do STF de que réus não podem assumir a Presidência. E tanto Maia quanto Eunicio podem virar réus em breve. Assim, cairia no colo da Presidente da Corte assumir a Presidência.

Seria irônico voltarmos para uma mulher no comando. E será, também, traumático.

A verdade dos fatos sobre o dinheiro do FUNPRESSAL

Ex-Prefeito mistura dados para confundir a população
Não sei se todos sabem, mas eu assumi a Diretoria Financeira do Fundo de Previdência dos Servidores do Salgueiro ( FUNPRESSAL ) desde o começo do ano. Cargo que eu ocupara entre Fevereiro de 2009 e Julho de 2010 no 1º Mandato de Marcones Libório de Sá ( PSB ). O ex-Prefeito publicou um texto em forma de Direito de Resposta no Blog do amigo Claudionor Calvalcante ( íntegra aqui ). Deixarei parte da resposta, caso assim deseje fazer, ao Prefeito Clebel Cordeiro, via sua Assessoria de Imprensa, mas entendo que preciso trazer considerações sobre uma inverdade que vem sendo contada desde o fim do Governo de Marcones. Falo em meu nome. não da instituição, que fique bem claro. Mas a mesma, assim que a Diretoria e o Conselho se reúnam emitirão Nota. Esse texto que vai abaixo é praticamente o mesmo que publiquei no WhatsApp, com correção apenas de termos e erros de português, mas o teor é o mesmo:


O ex-Prefeito Marcones Libório costuma, em sua falas, citar que deixou 22 milhões de reais no FUNPRESSAL. Isso por si só é uma inverdade, porque esse patrimônio faz parte de uma construção que começou em 2004 e ele - é preciso dizer - deu continuidade. E digo mais: este dinheiro tem finalidade específica, não podendo ser usado em outra área fora da Previdência.

Mas ele, agora, foi além em um texto publicado no Blog Claudionor Cavalcante: somou esses 22 milhões com outros valores, citando que o Prefeito Clebel teria recebido quase 30 milhões em recursos. Aqui ele complementa a segunda inverdade, ao somar valores disponíveis com valores com gasto específico, no caso Aposentadores e Pensões.

O dinheiro que atualmente está nos cofres do FUNPRESSAL ( mais de 26 milhões ) é um Patrimônio de parte dos servidores municipais, que compõem o Fundo Previdenciário. Mas o FUNPRESSAL tem outro Fundo, o Financeiro, que é deficitário. com previsão de finalizar o ano com 5,5 milhões de déficit, que é coberto pela Prefeitura. Em outros termos: é dinheiro que deixa de ir para Educação, Saúde, Ação Social e vai para cobrir o rombo da Previdência. Aqui, é preciso dizer, ele comete uma terceira inverdade.

O que o ex-Prefeito deveria informar ao povo, é que ELE com uma Gestão desastrosa manteve as aplicações do Fundo Financeiro em Fundos de Investimentos pouco rentáveis, em detrimento de opinião emitida por mim. Poderia explicar porque quando eu saí o Fundo Financeiro tinha 3,5 milhões e agora tem ZERO. Poderia explicar como eram decididos onde os recursos seriam aplicados na Gestão dele, quais critérios e em quais bancos. Acho que a população adoraria saber essas respostas... 

Ele poderia, adicionalmente, falar porque contra orientação deste então seu auxilar, recusou-se a recuperar recursos junto ao INSS, o que impediu 7 anos de Compensação Previdenciária. Dinheiro que pertence ao FUNPRESSAL e que por inoperância do Governo dele não entrou nos Cofres do Fundo. 

O ex-Prefeito tenta induzir que os leigos pensem que o patrimônio FUNPRESSAL, pertencentes tão somente aos Servidores, poderia ser usado pelo Prefeito Clebel para tocar obras, pagar fornecedores e cumprir suas promessas de campanha. Aqui, caros leitores, está a maior inverdade já contada pelo ex-Prefeito. Ele sabe que falta com a verdade ao falar isso, mas por ser quem é faz isso contando com o desconhecimento da população sobre o assunto.

Por isso eu afirmo que o ex-Prefeito Marcones Libório mente ao citar que deixou 30 milhões em caixa. É mentira e eu posso provar a quem assim o quiser. Não contesto, até porque não trabalho na Contabilidade e nem na Tesouraria da Prefeitura, se ficou dinheiro em caixa. Mas isso quem vai responder é a equipe da Secretária de Finanças. Mas garanto a todos os Salgueirenses que a gestão anterior não deixou 30 milhões em caixa.

Essa é a verdade dos fatos. E facilmente comprovada com consultas ao Ministério Público, Tribunal de Contas e a Secretária de Previdência do Ministério da Fazenda, sobre como e quando os recursos do FUNPRESSAL podem ser gastos. Qualquer integrante destes órgãos comprovará que os recursos não são da Prefeitura e sim dos Servidores.

Pobre Marisa Letícia, por Ricardo Noblat

Pobre Marisa...
Tem uma semana que Lula deu seu, aguardado, 1º depoimento ao Juiz Sérgio Moro. Trago um texto feito por Ricardo Noblat e postado no seu Blog no dia seguinte que retrata o que penso sobre o evento. Espero que gostem...

Para livrar-se do escândalo do mensalão em 2005, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entregou a cabeça do ex-ministro José Dirceu, o coordenador de sua campanha vitoriosa à Presidência da República.

Para livrar-se do escândalo dos aloprados, quando assessores seus forjaram, em 2006, documentos contra o PSDB, ele entregou as cabeças que pôde, inclusive a do coordenador de sua campanha à reeleição, Ricardo Berzoini.

Pouco antes, havia entregado a cabeça do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci quando restou provado que a máquina do seu governo fora usada para quebrar o sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa.

Nada demais, pois, que Lula tenha se valido de sua mulher, Marisa Letícia, para livrar-se da acusação de que ganhara o tríplex do Guarujá como uma espécie de propina paga pela construtora OAS. Maria Letícia está morta.

Foi tudo obra dela, segundo Lula. Foi ela que quis comprar o tríplex — ele, não. Quando visitou o apartamento, enxergou nele mais de 500 defeitos. Mesmo assim, ela insistiu em comprar para fazer investimento, ele não.

Marisa visitou o apartamento pelo menos duas vezes, lembrou o juiz Sérgio Moro. Lula retrucou que nunca soube da segunda visita. Admitiu tê-la acompanhado na primeira, da qual há registro fotográfico.

Moro perguntou sobre a reforma do apartamento, que ganhou cozinha moderna, um elevador e outras melhorias feitas pela OAS. Lula afirmou que não encomendou nenhuma reforma. Foi coisa de Marisa, portanto.

Diante da insistência do juiz em arrancar-lhe respostas mais precisas e detalhadas, Lula novamente invocou Marisa: “Perguntar coisa para mim de uma pessoa que já morreu é muito difícil, sabe? É muito difícil”.

O Lula eloquente, imbatível quando desafiado, dono de um estoque inesgotável de frases prontas, deu lugar a um Lula reticente, quase monossilábico em certos momentos, que tentava disfarçar o nervosismo.

Cobrou provas da acusação que pesa contra ele no processo. Mas, quando uma delas foi apresentada, desconversou. Moro perguntou sobre um documento rasurado de compra do tríplex encontrado no seu apartamento.

Lula respondeu: “Não sei, quem rasurou? Eu também gostaria de saber”. E sobre o documento em si? Lula respondeu: “Não sei, nunca soube”. Consultou rapidamente o documento e o devolveu ao juiz.

A OAS pagou o armazenamento dos pertences de Lula depois que ele deixou o poder. Foi coisa de Paulo Okamoto, presidente do Instituto Lula, garantiu o ex-presidente. Ele só soube disso muito mais tarde.

Moro não perguntou por que Lula aceitou que a construtora pagasse uma despesa que somente a ele, Lula, caberia pagar. Foi um favor? Foi propina? Foi uma maneira de agradecer pelos contratos que firmou com o governo?

Um interrogatório como o de ontem serve como peça de defesa do réu. Mas serve também ao juiz para ajudá-lo a formar sua própria convicção a respeito da inocência ou da culpa do réu. Como peça de defesa, foi pífio.

terça-feira, maio 16

Prefeitura de Salgueiro herda dívida de mais de 2 milhões



A atual gestão à frente da Prefeitura de Salgueiro foi surpreendida por uma notificação da auditoria da Receita Federal. A decisão informa que o município realizou compensações tributárias no período de 2012, onde não deveria ter feito, e se tivesse feito, teria que ter justificado, o que não ocorreu.

A Receita Federal tem documentos em que confirma que em 2016, na gestão anterior, o Município de Salgueiro foi notificado por diversas vezes para prestar esclarecimentos acerca das compensações realizadas em 2012, no entanto, a antiga gestão, não respondeu, esse descaso levou o auditor à fazer um auto de infração, ficando o Município de Salgueiro, hoje, obrigado a pagar a RF uma multa equivalente a 2 milhões e 200 mil Reais.

Esse fato colocou a Prefeitura de Salgueiro no CAUC, que é uma espécie de SERASA das Prefeituras. A atual gestão que assumiu em Janeiro de 2017, recorreu e está esperando a decisão da Receita Federal. Essa situação tem dificultado a Prefeitura receber as emendas que foram conseguidas pelo prefeito Clebel Cordeiro junto a Deputados e Senadores.

sábado, maio 13

Ele nunca sabe de nada, segundo artigo da Isto É

Lula é um figuraça... mas nunca sabe de nada. Nunca!!!
Trago um texto publicado no Site da Isto É, escrito por Carlos José Marques, que tem uma coluna no Site. Ela resume bem um dos lados de Luiz Inácio, o Lula. Aliás, vai além ao perguntar de Luiz Inácio e Lula seriam a mesma pessoa, uma pergunta e tanto se querem minha opinião. Espero que gostem do texto...

Perdoem o réu Luiz Inácio. Ele não sabe de nada. Não sabe o que faz. Não sabe o que tem. Não sabe de onde vem o que recebe. Não sabe por que lhe deram. Não sabe quem pediu para ele ou em nome dele. Não sabe quem são ou o que fazem pelas costas os auxiliares que lhe prestam vassalagem. Gente de boa alma. Nem o que a sua falecida mulher, Dona Marisa, desejava com um tríplex – se para investir ou para abrigar a família – estava no escopo de seu conhecimento. Ou interesse. Suprema desfaçatez, Luiz Inácio, o réu, alegou sequer influenciar nas decisões do PT. Não se metia nas deliberações da agremiação que criou e na qual é, até hoje, o plenipotenciário manda-chuva. Por aí, nessa toada, dá para se tirar uma medida do grau de verdades que emitiu a cada trovejante reação contra as acusações que lhe pesam sobre os ombros. 

O réu Luiz Inácio parece ter seguido assim a vida inteira. Alheio. Na presidência da República, em casa, entre os parceiros de partido, no âmbito dos assessores, aliados e colaboradores mais diretos. Conveniente alienação de sentidos. Aproveita o jatinho dos outros, as regalias e rapapés que lhe trazem. Mas se o sujeito tem contas a pagar ao cartório, problema dele! Mal comparando, Adriana Ancelmo, a ex-primeira-dama fluminense, mulher do ex-governador enjaulado, Sérgio Cabral, também depôs dizendo desconhecer de onde vinha tanto dinheiro.

Ela adorou as joias, bolsas de grife, viagens em primeira classe, propriedades fabulosas. Porém a culpa sobre a origem ilícita dos recursos que bancavam a farra não é dela. Quem não almeja tamanha benevolência despojada de responsabilidade? O que é mais incrível e improvável é que mesmo sendo tão ausente de percepção do que faziam de errado às suas fuças estava ele, Luiz Inácio, sempre como elo de quase todas as tramoias. Presente ou participando de vários dos entendimentos que levaram a malfeitos escabrosos. Histórias cabeludas de favorecimento, lautos desvios de dinheiro público, benesses para os amigos e dos amigos para ele. 

No conjunto, Luiz Inácio, o réu, responde hoje por crimes que lhe renderão, caso julgado culpado, centenas de anos de cadeia. Dentre os quais, a propina em forma de tríplex, é apenas um deles. O primeiro da lista. Provavelmente com essa violação de conduta – pela profusão de provas documentais e testemunhais e pelas evidências que não param de fluir – será condenado. Luiz Inácio, o réu, continua mesmo assim como aquele “showman” de comício. Faz um carnaval danado de qualquer aparição, com direito a picadeiro e plateia de áulicos seguidores. Esbanja incongruências. Diz para a turba de bajuladores que vai comparecer sempre que a Justiça o chamar. Arranca aplausos efusivos pela demonstração de coragem. 

Nos bastidores, entretanto, aciona pedidos de habeas corpus para evitar as audiências. Exige afastamento do juiz por suposta perseguição. Adota o mais variado leque de recursos protelatórios, empurrando com a barriga o confronto da verdade. A arguição dos fatos. A procrastinação de processos e a tentativa de politizar toda e qualquer investigação, diz muito do Luiz Inácio que sonha ser mais Lula dos palanques, folclórico, incoerente e trovador de fanfarras para evitar as grades. 

Seriam Lula e Luiz Inácio a mesma pessoa? Quem sabe até nisso podem pairar dúvidas no entorno do líder bufão e no íntimo dele mesmo. Das duas, uma: ou será o réu, Luiz Inácio, um ladravaz contumaz, ou um abduzido da realidade que o cerca. Sua estratégia de defesa não traz argumentos para contrapor as acusações. Reside nos discursos, nas bravatas, nos ataques àqueles que apontem seus desvios, o modelo de revide. Pobre alternativa. 

Não é no gogó que Lula – perdão a falha, o réu Luiz Inácio – levará a Justiça. Pode iludir cegos seguidores e cupinchas de rolo. Jamais a lei que pune os crimes gritantes. Mas talvez, até isso, Luiz Inácio, o réu, não saiba o que é.

A esquerdopatia segue se superando: Cineastas deixem Festival em Pernambuco por causa de filmes de "direita"

Josias Teófilo dirige "Jardins das Aflições" sobre Olavo de Carvalho ( esq. )

A Esquerda no Brasil representa, para mim, o que de pior possa existir quanto ao pensamento(??) político/ideológico. Existem provas fartas disso, desde o papel do Estado, passando como devemos combater o crime, drogas e mazelas e chegando no papel da sociedade. Mas o patrulhamento ideológico é, seguramente, o pior lado da esquerda. Mas de longe, o pior de tudo, porque eles pressupõem serem os donos totais da verdade, sem permitir a outros sequer questioná-los.

Aborto, Drogas, idade penal dentre outros assuntos são terrenos onde se você tiver uma opinião diferente dos partidos de esquerda você sofrerá ataques contundentes, ferozes e até mesmo ofensivos. Mas os esquerdistas não permitem aos outros combatê-lo, como já disse, mas se alguém insistir eles simplesmente saem gritando perseguição ou pior. dizendo que exista um movimento de retrocesso. 

Esse preâmbulo é necessário para que você possa entender  do que trata este post. As artes no Brasil são, infelizmente, dominadas por esquerdistas. Sendo assim, Festivais de Cinema não fogem a essa regra. Mas recentemente alguns Diretores não esquerdistas - nem são necessariamente de direita, mas apenas não compactuam com as idiossincrasias esquerdistas - começaram a produzir filmes e documentários mostrando um outro lado do Cinema. E isso, claro, não foi bem aceito por quem entende que o seu pensamento é soberano.

O Cine PE é um dos diversos Festivais que acontecem no Brasil. Este ano dois documentários notadamente de direita foram inscritos: "Jardins das Aflições", sobre Olavo de Carvalho e "Real: o plano por trás da História" que conta os bastidores do Plano que mudou para sempre o Brasil. Diante de disso, o que fizeram os esquerdistas? Tiraram seus filmes da mostra, como aquela criança birrenta que é contrariada e fica chorando.

Os esquerdistas defendem, na teoria é claro, diversidade de opiniões... desde que elas sejam a favor deles. Uma coisa fica clara com essa atitude repugnante dos Cineastas vermelhos: eles estão incomodados com a reação dos que não se alinham com eles. E isso, acreditem é muito bom. Para o Brasil, com certeza, é...

quarta-feira, maio 10

Lula, depois de tentar de tudo para não ir, depõe hoje em Curitiba

É hoje!!!
10 de Maio de 2017. Essa poderá ou não virar histórica. Para alguns ela já, para outros talvez seja venha a ser. O fato que é, dependendo do que aconteceu hoje e seus desdobramentos, a situação do país será transformada. E eu explico porque:
  • Se Lula sair-se bem no seu depoimento, ele aumentará seu cacife e poderá comandar a narrativa dos fatos;
  • Se Lula não sair-se bem - existem os que acreditam que possa ser preso ao fim do depoimento - a narrativa ficará por conta da Operação Lava Jato e do Juiz que a comanda, Sérgio Moro.
No primeiro caso, parece inevitável que Lula venha a ser candidato em 2018 e - para infortúnio do Brasil - seja eleito para um terceiro mandato. E este mandato seria feito para exterminar - de vez - com a Democracia. No segundo caso, prevalecerá a Democracia e o Estado de Direito e ele, Lula, ficará para a posteridade muito menor do que um dia foi ou acha que é. Como bem analisa Josias de Souza, em seu Blog.

Lula sabe que está com um pé - ao menos - em ser condenado, mas muito perto de ser é preso mesmo. Ele sabe disso e tenta jogar para a torcida, como sempre fez em sua vida. Não por outro motivo, uma pesquisa do PT trouxe um dado fácil de entender, mas que para o partido é terrível: as pessoas só votam em Lula, não no partido. Esse é desfecho dos anos do Lulopetismo: a figura do líder, do salvador da pátria. 

Eu estou entre os que entendem que, desde o Mensalão, Lula usou a máquina para manter-se no poder a todo custo. Está provado, não é achismo, de que o assalto migrou nos Bancos no escândalo de 2005 para a Petrobrás. Por isso a guinada de produzir aqui os materiais necessários, porque assim seria mais fácil realizar os desvios. Por isso as "grandes obras", nunca terminadas, porque nas pequenas precisava de muito trabalho para roubar. Fazer coisas necessárias de fato para a população renderia pouco. Por tivemos COMPERJ, Estaleiros, Refinarias e as obras aqui do Nordeste ( Transposição e Transnordestina ). Trilhões foram desperdiçados e pouco foi entregue. 

Hoje, diante de Moro, Lula tenta salvar o seu pescoço e de sua turma. Se vai conseguir, eu não sei. Mas hoje é o dia de sabermos quem tem café no bule: se Lula ou o Juiz Sérgio Moro. O futuro do Brasil depende disso. Para o bem ou para o mal.

sexta-feira, maio 5

Prefeito Clebel convoca a juventude e interessados para acompanharem a votação do Conselho da UNIVASF em Petrolina, no próximo dia 26



O prefeito Clebel Cordeiro tem realizado vários encontros em Brasília com o objetivo de trazer a Univasf para Salgueiro. Agora está convocando jovens e interessados para irem com ele à Petrolina no próximo dia 26 para juntos acompanharem a votação do Conselho Universitário (Conuni) da Univasf que deverá aprovar a proposta de implantação de um campus em Salgueiro. “Eu sei a importância da educação para o desenvolvimento de um povo, de um lugar, pois não tive oportunidade de fazer um curso superior e vejo os jovens de Salgueiro irem estudar fora e não voltarem mais para sua terra natal. Salgueiro perde muito com isso, pois fica sem mão de obra especializada. Vamos mudar essa realidade. Vamos avançar com educação”, declarou Clebel.

A implantação de um campus da Univasf em Salgueiro é uma reivindicação do prefeito Clebel Cordeiro junto ao Ministério da Educação (MEC). Os deputados Pastor Eurico (PHS), Creuza Pereira (PSB) e Gonzaga Patriota (PSB), apresentaram emendas de bancada no valor de R$ 50 milhões para a construção do campus. A reitoria já se posicionou favorável ao campus em Salgueiro.

Quem tiver interesse em participar desse momento histórico em Petrolina deve procurar a Chefe de Gabinete do Prefeito, Andreza Nunes, pelos contatos: 3871 7076- 3871 7070 ou ele email: gabinete@salgueiro.pe.gov.br.

quarta-feira, maio 3

STF libera José Dirceu e mostra sua cara

Possível fosse tirar uma foto da Democracia ela seria assim...

Eu não sou petista. Todos que conhecem sabem disso. Sou contrário as ideias e ações do partido porque, entendo, que por trás de todas elas está sempre escondida um pensamento autoritário. Existem pessoas de bem no partido, conheço-as aos montes, mas é o cerne do que o partido representa que me impediu de votar em quem quer fosse ligado ao partido. Todos sabem disso. Adiante...

Se existe uma pessoa que personifica o que o PT representa para mim essa pessoa é José Dirceu. "Nossa Flávio, eu pensei que fosse o Lula". Não amigos, Lula é uma pessoa desprovida de ideologias mais profundas que foi a forma com que os marxistas/leninistas/trotkistas encontraram para chegarem ao poder. Precisavam de alguém "do povo" para seduzir o povo. Sei que muitos não concordaram comigo - nem ligo para isso, é claro - mas Lula apenas é o bobo da corte. Adiante...

José Dirceu é o cara que foi condenado duas vezes por corrupção. E isso na Democracia, porque também fora preso na Ditadura Militar. Aqui cabe um importante adendo: imaginem o que esse calhorda faria, ao lado de pessoas igualmente deploráveis, se a luta armada tivesse vencido? Imaginem um Governo Revolucionário comandado por Lamarca, Mariguella e Dirceu? Eu tenho pesadelos só de começar a imaginar tal cenário... Dirceu foi quem pariu o acordo que deu no Mensalão, quando em 2001 viu que precisava de algo mais para eleger o "bobo da corte". E fez tudo o que era preciso...

Veio o Mensalão e ele era o comandante de tudo. Até acredito que Lula tenha tido papel secundário no escândalo, mas duvido que não soubesse. Dirceu montou o esquema que tinha por objetivo perpetuar o Partido no poder por, palavras dele mesmo, 20 anos. Foi pego com a boca na botija como se diz, caiu em desgraça para o publico, mas não para os seus. Ficou no Partido e pariu - está fartamente provado isso - outro esquema, o Petrolão. Mesmo fora das campanhas, seguia como um iminência parda ( o Cardeal Richelieu de Lula e, depois, de Dilma ). Outro adendo importante: Dirceu ainda é filiado ao PT.

Preso pela Operação Lava Jato, Dirceu prestava Assessoria à empresas que tinham contratos com a Petrobrás. Mas que raios de Assessoria ele poderia prestar? Bem óbvio que não algo lícito. Faziam isso para tê-lo como contato direto com a Presidência. E ele levou uma alta grana por isso, é claro. 

Ontem a segunda turma do STF resolveu soltá-lo porque, que coisa, ele foi condenado "apenas" em 1ª Instância e assim teria direito a responder ao processo em liberdade... gozado tal argumento, porque o Brasil 221 mil presos que nem condenados foram ainda e mesmo assim seguem superlotando nossas cadeias, segundo li em matéria no Blog de Josias de Souza  ( o qual eu recomendo ). Além disso, essa decisão coube apenas a 5 dos 11 Juízes do Tribunal. E quem votou pela soltura foram Gilmar Mendes ( que liberara Eike Batista em decisão monocrática na sexta ) e Dias Toffoli e Ricardo Lewandowski, a dupla que desde que entrou no Supremo comportam-se como Advogados do PT. Provavelmente pagando uma dívida que possuem com o partido, com Lula e Dilma. E pelo visto, também com o Cardeal Richelieu...

É asqueroso o que ocorreu ontem. Terrível, para dizer o mínimo. E que se conste temos aqui um precedente altamente perigoso, que tem impactos até mesmo na Eleição de 2018. Como Lula é réu em diversos processos, o caminho está aberto para que ele responda em liberdade caso seja condenado pelo primeiro nível, permitindo assim que possa ser candidato mesmo que condenado, uma que não estaria preso.

Esse é o Brasil. Esse é Dirceu. E muitos estão é felizes com isso. Eu, contudo, estou triste, muito triste. Assim como uma imensa parte do Brasil. A Democracia morreu um pouco mais ontem.

segunda-feira, maio 1

Para mim o 1º de Maio perdeu a graça em 1994

Senna nos deixou há 23 anos atrás...
A geração atual talvez não entenda, mas os domingos para a minha geração ( e para duas anteriores a minha ) era sagrada: assistir a Fórmula 1 e torcer pelos brasileiros. Muito criança ainda eu já sabia quem era Emerson Fittipaldi, na época correndo pela própria equipe, a Copersucar. Lembro de meus pais criticando-o porque o carro era ruim e como ele não conseguia mais vencer. Acompanhei o surgimento de Nelson Piquet Souto Maior, um fenômeno que assombraria o mundo com 3 campeonatos mundiais e vitórias na pura "malandragem" com sua Brabham branca e azul ( e mais um pela Williams amarela e azul ). Mas eu era criança ainda, com menos de 10 anos de idade... mas o ritual era certo em 16 domingos por ano.

Em 1984 eu completei 10 anos e fiquei sabendo que um novato iria entrar na F1. Seu nome? Ayrton Senna da Silva. Hoje em dia todos sabem com antecedência quem são os pilotos e quais suas credenciais via Youtube, Facebook e programas esportivos. Naquela época, Senna era exatamente um total desconhecido, pois a TV Fechada só chegaria aqui 10 anos depois. Ele correria pela modestíssima Toleman, depois de ter as portas fechadas na Brabham e na Williams. Em sua quarta corrida ele assombraria o mundo debaixo de chuva nas apertadas ruas de Mônaco. Abaixo um resumo do que aconteceu naquele mítico dia:


Nos 3 anos seguintes ele correu de Lotus, sendo duas vezes 4º colocado no campeonato e 3º em 1987, com a Lotus Amarela. Até ir para a McLaren e virar mito. Foram 3 campeonatos em 4 anos, além de 2 vices. Ganhou a imensa maioria de suas 41 vitórias e 63 poles. Em 1994 foi finalmente correr na Williams, equipe pela qual andou pela primeira vez em um F1, num teste na pista de Donnington Park.

O resto da história a partir daqui, todos sabem. Em um final de semana trágico ( com o acidente de Barrichello na sexta e a morte de Roland Ratzenberger no sábado ), ele passou reto na Tamburello e morreu. E os domingos de manhã perderam a graça, porque ele não mais estaria lá. E os outros brasileiros que vieram no máximo conseguiram vice campeonatos ou algum brilhareco momentâneo. Nada que chegasse ao que o trio Fittipaldi/Pique/Senna conseguira em menos de 20 anos. Passados 23 de sua morte, a F1 hoje em dia padece de grandes nomes, tendo apenas pilotos "padrão", nada de anormal. 

Desde aquele 1º de Maio tudo ficou triste, sem graça, perdido no tempo. Ainda espero que ele contorne aquela curva ou se levante do carro após o acidente. E seguirei esperando enquanto eu viver...

domingo, abril 30

Casa do Sanfoneiro é reaberta com sucesso

Janezilda Luciano ( Dir. Adm Financeira Sec. Educação ), Karla Vasconcelos ( Controle Interno ), Aldeci Góes ( Sec. Educação ) e a 1ª Dama Gilvonete Vidal.

População prestigiou a re-abertura...
e dançou muito forró, além de doar muitos alimentos para caridade

Ontem a noite a Casa do Sanfoneiro foi re-aberta com grande participação popular. O local está com nova administração e passou por adequações em suas instalações, muitas delas pendentes a muito tempo. A re-abertura foi um dos eventos em comemoração aos 153 anos de emancipação política de Salgueiro.