Patrocínio

Patrocínio

sábado, agosto 12

Prefeitura do Salgueiro mostra Ambulâncias para a população

Depois de 16 anos, enfim a população será bem assistida...
Durante 16 anos, mais tempo se contarmos a desastrosa gestão de Paulo Afonso ( 96/2000 ), que os salgueirenses que necessitam de transferência médica para outras cidades sofriam um bocado. Dependiam basicamente das que existiam no Hospital Regional Inácio de Sá ou de boa vontade de amigos que tivessem influência em outras cidades. Mais recentemente, podiam recorrer ao ex-vereador Márcio Nemédio. Essa fase, agora, acabou.

A gestão do Prefeito Clebel Cordeiro ( PMDB ) usou os recursos devolvidos pela Casa Epitácio Alencar, economizados na Presidência de Pedro de Cumpadre, e adquiriu 5 ambulâncias. As mesmas foram exibidas ( padronizadas ) hoje pela manhã à toda a população de Salgueiro. As mesmas devem servir a todos os distritos, a sede e também para deslocamentos para outras praças. Em sumo, assistir adequadamente às necessidades de nossa população. 

Motivo de uma queda de braço entre a gestão passada do médico(!!) Marcones Libório ( PSB ) e a atual situação, o fato é que a população tem muito o que comemorar. Só quem já precisou de uma ambulância e não a teve, sabe o que isso significa. 

sexta-feira, agosto 11

2017: Cem anos da Revolução Russa que semeou quase duzentos milhões de mortos no Século XX

Veja como é lindo o socialismo...
Neste ano completam-se 100 anos da Revolução Russa. 100 anos atrás, neste período, um país atrasado economicamente, devastados pela Guerra e a fome estava em ebulição. Um Czar desgastado pela I Guerra Mundial, com quase 17 milhões de mortos, via-se diante de um inimigo muito poderoso: o Marxismo. Ele não sabia o que fazer - ninguém no mundo sabia - e inicialmente perdeu o poder absolutista dado por Deus e depois, ao lado de toda a sua família - perderia a vida, numa execução cruel e sem explicação.

Assim nascia o que conhecemos como Socialismo real, deixando o campo teórico e desde então muitos deixaram seduzir pelas ideias totalitárias e desumanas emanadas dos textos de Karl Marx. Era assim Lênin e sua trupe, que tomaram a força ( e muito, mas muito sangue ) o poder na mãe Rússia. Irei produzir texto a respeito, mas por hora ( e falta de tempo ), trago para os amigos um texto do Site Aventuras na História, que retrata o que aconteceu 4 anos depois, em 1921, quando os bolcheviques já estavam consolidados no poder, mas tinham medo do maior inimigo de um ditador: ideias!!! A solução?? Matar e ou extraditar. Parece com algum país sulamericano atualmente?? Pois é...

A faxina de Lênin
A grande perseguição aos intelectuais opositores

Um espião conseguiu se infiltrar no encontro habitual que mantinham os seguidores de Liev Tolstoi. Depois da reunião, o informante foi até a Checa, a polícia secreta soviética, para denunciar que no grupo existia um membro sem dúvida subversivo, que os participantes chamavam de Sócrates. A partir daquele dia, o filósofo grego Sócrates (cerca de 470-399 a.C.) ganhou um dossiê da polícia política. 

Entre os muitos dados e informações que contêm os arquivos da antiga União Soviética e que, graças à Perestroika, começaram a vir à luz a partir de 1990, existem histórias como esta, que parecem saídas de um conto de Nicolai Gógol, precursor do surrealismo, que indicam o clima de paranoia que se começava a respirar na década de 1920, dentro da máquina de repressão organizada pelo governo bolchevique. 

Em 1921, a Nova Política Econômica (NEP, na sigla em russo), que sugeria uma certa abertura à economia de mercado e à propriedade privada para amainar a fome e a insurgência pelo país, veio acompanhada de uma maior pressão ideológica contra qualquer forma de dissidência. 

O artigo de Lenin Sobre o Significado do Materialismo Militante, publicado em 1922, foi sua declaração de guerra à dita intelligentsia reacionária: “A classe operária da Rússia foi capaz de conquistar o poder, mas ainda não aprendeu a utilizá-lo. Se houvesse, há muito tempo já teria enviado, da forma mais cortês possível, semelhantes pedagogos e membros de sociedades científicas aos países da ‘democracia’ burguesa. Esse é o lugar apropriado para criaturas feudais assim”. 

A partir daí, o líder bolchevique colocaria em marcha um meticuloso plano para levar a cabo as primeiras deportações coletivas. Começa por elaborar uma lista pessoal com nomes de filósofos, professores universitários, escritores, jornalistas, advogados, sociólogos, economistas, engenheiros, cientistas e outros profissionais que não apenas não haviam aderido à “revolução cultural” mas que, a partir de diversas tribunas, em Moscou e São Petersburgo, exigiam democracia, o fim da violência, a defesa do pensamento individual e a liberdade de expressão. 

“Estamos sozinhos”

Entre os escritores, alguns se exilaram voluntariamente e muitos foram “convidados” a viajar por “prescrição médica”. Os que permaneceram na União Soviética e não se juntaram à “revolução cultural” foram relegados ao silêncio ou se tornaram vítimas dos primeiros complôs orquestrados pelo governo comunista. Foi o caso do poeta Nicolai Gumiliov, fuzilado com outros 59 acadêmicos, artistas e intelectuais na periferia de São Petersburgo em 7 de agosto de 1922, acusado de pertencer a um grupo de contrarrevolucionários. No mesmo dia, morreu Alexander Blok, outro poeta, a quem se negou a saída do país para tratamento médico na Suíça. As duas tragédias causaram comoção na comunidade literária. “Estamos sozinhos”, escreveu Nina Berberova em suas memórias. 

Nem mesmo as contínuas mediações dos artistas simpatizantes do regime, como Maxim Gorki e Anatoli Lunacharski – este último, comissário de Educação, Arte e Cultura –, tinham efeito sobre Lenin. Os escritores estavam órfãos. Gorki, o escritor mais consagrado a permanecer na União Soviética, seguiu o conselho de Lenin e deixou o país naquele mês de outubro (voltaria em 1928). Outros se seguiriam.

Em Moscou e São Petersburgo revistas e editoras foram fechadas. As instituições de escritores e artistas, promovidas por Gorki, que até então eram paliativos para a falta de trabalho e de comida dos escritores, também desapareceram. A única instituição do período foi a temida Glavit (Direção-Geral de Assuntos Literários e Editoriais), o órgão de censura da União Soviética que manteve a sociedade isolada das ideias antagônicas ao bolchevismo. 

No primeiro expurgo coletivo, urdido por Lenin, os comunistas tiveram a colaboração da Alemanha, que facilitaria a emissão de vistos e ofereceria os barcos de transporte. Nesse meio-tempo, a lista continuou crescendo, com alguns professores e alunos universitários em greve pela defesa da liberdade curricular e exigência de mudanças nas condições de trabalho. Também alguns médicos, que haviam denunciado deficiências no sistema de saúde durante um congresso profissional, passaram a engrossar a relação – poucos, pois eram úteis ao regime. 

O último problema a ser resolvido era o aspecto legal. Não existia uma norma que permitisse a expulsão do país sem condenação prévia. Uma nova cláusula no código penal salvou a situação. Dizia que a deportação era um gesto de clemência para aqueles cujos crimes previam a pena de morte. Definiu-se, além disso, que o exílio poderia ser por tempo indefinido ou determinado, mas o regresso sem a permissão explícita das autoridades significava morte certa. 

A saída é pelo porto

A partir desse momento, tudo estava decidido. Em uma das cartas que Lenin enviou a Stalin, recém-nomeado secretário-geral do Comitê Central do Partido Comunista, dizia: “Vamos limpar a Rússia de uma vez por todas”. 

As prisões e interrogatórios dos suspeitos aconteceram na noite de 16 e na madrugada de 17 de agosto de 1922, em Moscou e São Petersburgo. No dia seguinte, em cidades da Ucrânia. Mais de 100 intelectuais foram presos, mas as detenções continuaram até setembro. Não é mistério por que, todos foram considerados culpados. 

Em 30 de agosto, o comissário de Assuntos Exteriores, Leon Trotsky, enviou uma mensagem ao Ocidente em entrevista a um jornalista estrangeiro publicada no Pravda, o diário oficial, na qual toca de leve no assunto com um comentário sobre a saída forçada: “Esses elementos que serão enviados ao estrangeiro são, do ponto de vista político, intranscedentes em si mesmos... Espero que não se neguem a reconhecer nossa prudente humanidade”. O jornal ampliou a notícia no dia seguinte. Sem explicitar os nomes dos afetados, explicava à opinião pública que a expulsão era o “primeiro aviso” à intelligentsia contrarrevolucionária. Os vapores da clemência de Lenin levariam a maioria de seus adversários de uma vez.

Em 29 de setembro de 1922, o barco alemão Oberbürermestier Hacken deixou o porto de Kronstadt com destino à cidade alemã de Stettin. Outro vapor, o Preussen, faria o mesmo no dia 16 de novembro, levando mais de meia centena de intelectuais. A maioria jamais voltou. Durante o embarque, a polícia proibiu que os passageiros levassem consigo joias, ouro e ícones religiosos. Em alguns casos, livros e dicionários foram requisitados – foram considerados patrimônios do país. Em suas memórias, o escritor Mikhail Osorgin conta que aos passageiros era permitido levar apenas um casaco, uma jaqueta de verão, duas camisas, duas calças, duas cuecas e cerca de 20 dólares. Ainda não se sabe o número total de deportados. A cifra mais realista conta entre 160 e 300 pessoas.

quinta-feira, agosto 10

Gasto público dobrou como proporção do PIB entre 1991 e 2016, diz Ministro da Fazenda


Trago para os amigos do Blog, texto do Estadão, sobre o problema dos gastos públicos e qual Brasil queremos ter. São dados trazidos da realidade, não da vontade de um político. E antes que queira atacar Henrique Meirelles, lembre que ele foi Presidente do Banco Central do Governo Lula ( todos os 8 anos ) e era o preferido do ex-presidente para ser Ministro da Fazenda ao invés de Guido Mantega ( escolha de Dilma ). Ele sabe e é altamente capacitado. Leia, o texto feito por Altamiro Silva Junior e Eduardo Laguna.

Gasto público dobrou como proporção do PIB entre 1991 e 2016, diz Ministro da Fazenda

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que de 1991 a 2016 o gasto público brasileiro como proporção do Produto Interno Bruto (PIB) dobrou e o governo está tomando uma série de medidas para reverter esta tendência. "A reforma da Previdência deve ser votada neste semestre", disse, durante palestra nesta terça-feira, 8, em evento da Fenabrave, entidade que representa as concessionárias de veículos.

Meirelles destacou em sua apresentação a agenda de reformas estruturais que o governo está tocando, com destaque para a da Previdência, e ressaltou ainda a agenda de microrreformas. Estas últimas têm como objetivo elevar a produtividade e a competitividade das empresas e melhorar o ambiente de negócios. Com o teto de gastos públicos e a reforma da Previdência, Meirelles observou que a despesa primária total, ao invés de subir para 25% do PIB nos próximos anos, deve subir para 15%. "Isso faz diferença enorme", ressaltou.

Ao falar da reforma trabalhista, Meirelles citou o exemplo da Alemanha e ressaltou que naquele país havia o temor, antes de se implantarem as reformas das regras do mercado de trabalho, de que aumentaria o desemprego. Mas na prática não foi isso que ocorreu e houve criação de postos de trabalho. Meirelles ressaltou que a economia brasileira vai entrar em 2018 crescendo no ritmo de 3% e que o desemprego já reverteu tendência de alta. "O emprego reage um pouco defasado em relação à economia. O mais importante é que (a taxa de desemprego) começou a cair."

Por causa dessa defasagem, o ministro observou que para a população começar a perceber essa melhora ainda vai levar um tempo. "Vamos começar a ver isso devagar." A taxa básica de juros, a Selic, já caiu bastante e já houve reflexo na redução dos juros bancários ao tomador final, destacou o ministro, citando a queda do spread. "A queda da inflação abre possibilidade de o Banco Central cortar ainda mais os juros."

Análise. O ministro afirmou também que um país quebra quando falta moeda externa. Este, porém, não é o caso brasileiro no momento, que alcançou nível extraordinário de reservas internacionais e cujas contas externas estão "bastante sólidas" e deixaram de ser um problema, disse. "Prefiro enfrentar uma crise com um pouco de caixa do que a zero, sem reservas", afirmou, aproveitando para relembrar momentos em que ele estava no comando do Banco Central e a situação nas contas externas era bastante diferente da atual. Hoje, lembrou o ministro, o País tem US$ 380 bilhões de reservas.

Na época em que estava no BC, Meirelles lembrou que o déficit da conta de transações correntes batia em 6% do Produto Interno Bruto (PIB). No final de 2016, estava em 1,3% e seguiu caindo em 2017. Além disso, o Investimento Direto no País (IDP) vem crescendo e, com o déficit de conta corrente encolhendo, há um fluxo positivo de dólares para o País. A economia fica equilibrada quando o déficit em transações correntes é menor o igual ao IDP, destacou ele, citando também a melhora das exportações.

Meirelles também falou da recuperação da atividade econômica em sua palestra. Vários setores da economia estão mostrando "clara recuperação", observou Meirelles, citando, entre eles, o de vestuário, o têxtil e de fabricação de produtos de informática. Em comum, estão o fato destes segmentos terem atingindo um piso com a recessão de 2015 e 2016 e agora engatam "recuperação forte e constante". "Emplacamentos de veículos também vêm se recuperando", disse Meirelles ao falar da indústria automobilística. O ministro ressaltou ainda que a produção e venda de automóveis estão reagindo.

Ele iniciou seu discurso falando dos efeitos da crise política na economia e ressaltou que os juros de longo prazo estão caindo, depois de piora aguda. Ele ressaltou que a piora destas taxas longas em maio, em meio à turbulência deflagrada pela delação da JBS, acabou se mostrando curta. Ainda na palestra, o titular da Fazenda destacou a queda do endividamento das empresas, após registrar forte expansão até 2016. "O crescimento está ocorrendo enquanto empresas pagam suas dívidas."

sábado, agosto 5

Uma proposta irrecusável para quem acha que o Brasil não precisa de Reforma da Previdência, por Ricardo Amorim

Economista Ricardo Amorim faz uma proposta para quem é contra a Reforma da Previdência...

Os principais argumentos de quem acha que não há necessidade de Reforma da Previdência costumam ser:

  1. A Previdência não tem déficit, ela tem superávit;
  2. Os problemas são a corrupção nas dívidas das empresas e a DRU;
  3. Os servidores públicos da União, Estados e Municípios merecem se aposentar muito mais cedo e receber benefícios muito maiores do que os trabalhadores da iniciativa privada porque suas contribuições para a Previdência são maiores do que a dos outros.
  4. O único problema são as mega-aposentadorias e pensões de políticos, juízes e do Ministério Público. 
Tenho uma proposta irrecusável para quem acredita nos argumentos acima.

Primeiro, cobramos cada centavo devido pelas empresas. Depois, acabamos com a DRU. Em seguida, acabamos com as mega-aposentadorias de políticos, juízes e do Ministério Público às do INSS, igualando-as às regras do INSS. Aí, somamos todas as receitas e verificamos o total da arrecadação. Por fim, já que supostamente a Previdência teria um superávit e que as contribuições seriam compatíveis com os benefícios, redefinimos o benefício de cada um, dividindo o total arrecadado proporcionalmente pelo que cada um contribuiu. Assim, haveria justiça - cada um receberia de acordo com quanto contribuiu - os benefícios supostamente cresceriam - pois o tal superávit da Previdência seria transformado em aumento de benefícios - e as contas da Previdência estariam absolutamente equilibradas.

Topa? Se você realmente acredita nos 4 argumentos acima, não há como não topar. Só haveria ganhos... Caso contrário, você tem de reconhecer que os 4 argumentos são falsos.

Não há problema nenhum em ser contra a Reforma da Previdência e reconhecer que, na realidade, a Previdência tem um déficit que não para de crescer e que só neste ano será próximo a R$400 bilhões; que a cobrança do pagamento integral da dívida das empresas e municípios tem de acontecer, mas não fará cócegas no déficit; que a DRU não só não tira recursos da Previdência, mas financia o déficit da Previdência; que a contribuição de servidores civis e militares não chega nem perto de bancar os benefícios excessivamente generosos que eles recebem e que o buraco da Previdência do setor público vai muito além de juízes, políticos e do MP. A única coisa é que, neste caso, você precisa também admitir que acha justo que anualmente mais de R$400 bilhões que deveriam ir para Saúde, Educação, etc sejam redirecionados para a Previdência para garantir que os benefícios atuais sejam mantidos, complementando a parte que as contribuições cobrem. Não há nada errado nisso - apesar de eu discordar completamente. O que não dá é para basear a discussão em mentiras.

Para quem topou esta reforma e ficou curioso com o que realmente aconteceria com os benefícios, vamos aos números. O primeiro regime de Previdência no Brasil data de 1.888, mas o Regulamento Geral da Previdência Social só foi aprovado em 1960. Nos 57 anos de lá para cá, foi acumulada uma dívida total de empresas com a Previdência, incluindo multas, correção monetária e juros de R$433 bilhões. Se toda esta dívida tivesse sido paga ao longo dos últimos 57 anos, a arrecadação anual teria aumentado em R$7,5 bilhões por ano. Na prática, não há a menor chance de que esta dívida seja integralmente honrada porque R$251 bilhões referem-se a dívidas de empresas falidas, mas se supuséssemos que a dívida será integralmente paga ao longo do mesmo período em que foi contraída, a arrecadação anual do INSS daqui para frente seria R$7,5 bilhões maior.

A DRU, por sua vez, não só não retirou recursos da Previdência, mas redirecionou R$167 bilhões do Orçamento Federal para a Previdência. Alguns exemplos de cortes de investimentos que aconteceram em 2017 para cobrir os benefícios previdenciários maiores do que as contribuições: menos R$11 bilhões para infraestrutura, menos R$6 bilhões para Saúde, menos R$5 bilhões para Educação e menos R$6 bilhões para Transportes. Sem a DRU, estes recursos deixariam de ir para a Previdência e voltariam para de onde vieram. A partir daí, a Previdência só poderia efetivamente pagar o que arrecada. O déficit teria de ser eliminado através de redução imediata dos benefícios de quem já está aposentado e de todos que se aposentarem de agora em diante, já que não haveria recursos para bancá-los.

No caso do INSS, a arrecadação neste ano será de R$372 bilhões. Somando–se o aumento de arrecadação com o pagamento da dívida das empresas, ela chegaria a R$ 380 bilhões. Os gastos projetados são de R$561 bilhões. Para reduzi-los a R$380 bilhões, os benefícios do INSS teriam de cair em média 32%.

No caso dos servidores, a queda de benefícios seria muito maior. No caso dos servidores federais civis, a arrecadação neste ano será de R$36 bilhões e os gastos de R$71 bilhões. Sem os recursos da DRU, os benefícios teriam de ser cortados pela metade. Dos R$35 bilhões de déficit, R$3,6 bilhões vêm do Legislativo, R$8,6 bilhões do Judiciário, R$ 0,6 bilhão do Ministério Público e mais de R$22 bilhões dos demais funcionários públicos. Portanto, adequar as regras de aposentadoria de políticos, juízes e do MP é fundamental, mas não vai poupar os demais funcionários públicos de terem suas regras também adequadas à realidade das receitas.

No caso dos militares, a arrecadação é de R$2 bilhões e os gastos de R$40 bilhões. Sem a DRU, os benefícios cairiam 95%.

No caso de servidores de Estados e Municípios, o déficit deste ano deve se aproximar de R$ 100 bilhões. Limitando-se os gastos às receitas, os valores dos benefícios cairiam em média 43%, mas as disparidades são enormes. Em alguns estados, como Minas Gerais, Rio Grande Do Sul e Rio de Janeiro, as reduções de benefícios seriam muito superiores a 50%.

A assistência social – aqueles que recebem sem nunca ter contribuído – gera um gasto anual de R$53 bilhões, mas sem os recursos da DRU, teria de ser extinta, pois ela não tem nenhuma fonte de recursos próprios.

Em todos os casos, sem mudanças de regras de tempo ou valor das contribuições, os valores dos benefícios cairiam ano a ano porque, por razões demográficas – crescimento da expectativa de vida e queda da taxa de natalidade - o número de aposentados cresce muito mais rapidamente do que o de trabalhadores contribuindo para a Previdência. Portanto, o crescimento da receita da Previdência será menor do que o do número de beneficiários, causando uma persistente redução dos benefícios da Previdência.

Em resumo, você pode ser contra reformar a Previdência - aumentando prazos de contribuição e reduzindo um pouco as distorções das regras de contribuição e benefícios - mas aí você tem de admitir que acha justo tirar mais de R$400 bilhões por ano de Saúde, Educação, Infraestrutura, Segurança etc para bancar aposentadorias e pensões acima do que os recursos da própria Previdência conseguem bancar.

quarta-feira, agosto 2

Armando Monteiro é direto no Blog do Magno: "o PT tentou Reformas!"

Senador foi Ministro de Lula e Dilma e é pré-candidato à Governador.

Trago para os amigos texto do Blog do Magno sobre declarações do Senador Armando Monteiro ( PTB ) em resposta às criticas recebidas do PT. seu antigo aliado. O PT teceu duras críticas ao Senador, que foi Ministro dos Governos do PT, por seu posicionamento quanto a Reforma Trabalhista. Neste texto, ele não apenas rebate, como traz informações duras contra o Partido dos Trabalhadores e seus presidentes...

O PT tentou reformas

O senador Armando Monteiro disse, ontem, numa entrevista a este blogueiro, que não mudou nada em relação ao que defendia no parlamento quando o PT estava no poder. Foi uma resposta aos petistas que lançaram mão de uma candidatura própria a governador nas eleições de 2018 em detrimento de uma aliança com o PTB, que vai, mais uma vez, tentar chegar ao Palácio das Princesas com a candidatura do senador.

Quando Armando fala em mudança de comportamento ele se refere ao que o PT defendia quando estava com a caneta na mão. No caso da reforma trabalhista, já aprovada pelo Congresso, com o apoio do senador, ele lembra que no Governo Lula for criado o Fórum Nacional do Trabalho, que apresentou uma proposta de emenda constitucional para a reforma trabalhista.

A iniciativa não prosperou, não por vontade de Lula, mas porque faltou lastro em sua base, mas ele insistiu até onde foi possível. Já durante o Governo Dilma, houve uma proposta mais focalizada de criação do Acordo Coletivo Especial, para promover o negociado sobre o legislado, via projeto de lei, mas sem sucesso, porque Dilma não teve capacidade política nem interlocução com o Congresso.

As reformas, como queriam Lula e Dilma, são uma exigência em busca da modernização da CLT, uma medida necessária para aumentar a produtividade e melhorar o funcionamento da economia. Desde o fim do século passado, vários países europeus reformaram suas leis trabalhistas para dar mais flexibilidade aos contratos de trabalho e segurança aos trabalhadores.

“O Brasil não é uma ilha e não poderia prescindir dessas reformas”, reforça Armando, destacando que se as defendeu lá atrás, quando ministro de Dilma, não poderia deixar agora de apoiar. “Eu não mudei”, reforçou. Para ele, o PT pernambucano pode estar tentando buscar um pretexto para não discutir uma aliança.

“Houve momentos em que o PT priorizava uma política de alianças. Pode ser que agora essa não seja a melhor opção para o PT. Eu fiz alianças nesse campo, no campo de esquerda, muito consciente ao longo da minha vida pública porque convergia para projetos em que eu achava que se aliava alguma compreensão adequada do quadro econômico, aliada a sensibilidade e ao compromisso social desses setores”, afirmou.

domingo, julho 30

A indefinição da semana: teremos ou não quorum para votar a denúncia contra Temer??

Oposição e Governo medem forças dentro e fora do Plenário essa semana
O Congresso retorna essa semana de um breve recesso de olho num embate entre Oposição e o Governo sobre quem conseguirá vencer: a oposição quer fazer o Governo sangrar impedindo a votação e o Governo quer encerar rapidamente o ´processo. Acontece que são necessários 342 votos para instalar a Sessão que decidirá se o Presidente será ou não processado pelo Supremo. A Oposição, ciente de que perderá no plenário, tem apelado de todas as formas junto aos deputados para que não marquem presença e assim a Denúncia não possa ser votada. 

O Governo por sua vez tem apelado até mesmo para deputados que dizem que votarão contra o Presidente Temer, que marquem a presença. O Palácio do Planalto crê contar com mais de 220 votos certos, mas não teria votos suficiente para começar a Sessão. Acredita que diversos deputados não querem ficar taxados com a pecha de terem livrado o Presidente, mas conta com estes para abrir a Sessão.

Vença quem vencer, o Brasil seguirá sem rumo certo. Os líderes da oposição tem certeza de que não chegarão aos 342 votos contra o Presidente, mas acham que podem lucrar politicamente deixando Temer com o peso da indefinição. E Temer tem certeza de que isso é ruim para o Governo e para o Brasil ( do ponto de vista econômico apenas, diga-se ).

E assim, como diria Moraes Moreira "lá vem a Brasil descendo ladeiro"


quinta-feira, julho 27

Pernambucana Etiene Medeiros é a 1ª Campeã Mundial de Natação

A pequena notável fez história hoje...
Um ano atrás, durante os Jogos do Rio, a pernambucana Etienne Medeiros era considerada favorita a medalhar em 3 provas. Saiu das piscinas sem nenhuma conquista e foi duramente criticada por isso. Ela mesma se cobrou demais por ter passado em branco ( assim como toda a equipe brasileira, da qual se esperava muito ). Agora ela é campeã mundial dos 50m costas, em prova realizada hoje em Budapeste - Hungria. 

O que mudou em um ano? Segunda ela, a cabeça. A pressão por nadar em casa foi grande e atrapalhou demais. Agora, longe de casa, ela apenas nadou. E derrotou a então campeã, a chinesa Fu Yuanhui, por míseros 1 centésimo de segundo. Ela agora coloca-se mais uma vez na história da natação feminina, depois de ser a primeira a medalhar em Mundiais Júnior, de Piscina Curta e no "verdadeiro" Mundial. Falta uma olímpica, que ela tem totais condições de conseguir em Tóquio, daqui a 3 anos.

Um ponto a ser observado é que a prova que ela venceu, os 50m costas, não consta do programa das olimpíadas, apenas os 50m livre, que ela nadará no sábado com final no domingo. Mas ela se mostra esperançosa em conseguir ser, também, a pioneira em Jogos Olimpícos. Quem viver, verá...

Etiene assim que terminou a prova...

segunda-feira, julho 24

Armando Monteiro visita o Sertão de olho em 2018. E nos Tucanos, Democratas...



Quem ansiar um dia ser Governador, precisa - obrigatoriamente - visitar a Missa do Vaqueiro. Assim o fez o Senador Armando Monteiro ( PTB ) que é pré-candidato ao Campo das Princesas no ano que vem. Ele visitou o Prefeito Clebel Cordeiro ( PMDB e que já foi filiado ao PTB de Armando ) e o Vice-Prefeito Dr. Chico ( DEM ) procurando reforçar os laços com a principal cidade do Sertão Central. Além dos chefes do Executivo estiveram presentes o ex-Prefeito Cornelito, o Vereador Ednaldo Barros ( PTB ), o Deputado Federal Sílvio Costa ( PC do B ) e o Estadual Augusto César ( PTB ). Depois Armando esteve em outras cidades e, claro, passou pela festa de Jacó...

Depois da derrota em 2014 ele agora busca afastar-se do PT e ficar mais perto de outros partidos, como o Democratas e o PSDB. Do primeiro ele espera conseguir importantes e valores apoios locais no Sertão e do segundo espera conseguir nomes que somem pesadamente ao seu palanque, como os Deputados Daniel Coelho, Betinho Gomes e Bruno Araújo ( atual Ministro da Cidades e possível candidato ao Senado ), mas sobretudo o apoio da Prefeita Raquel Lyra que comanda o maior colégio eleitoral fora da Região Metropolitana.

Armando busca assim costurar um outro palanque, diferente do qual ele perdeu em 2014, com PT. PDT e outras legendas. Busca conseguir capilaridade onde mais foi frágil no pleito anterior. Se dará certo ou não, só o tempo dirá, mas se conseguir Mendonça Filho e Bruno Araújo como candidatos ao Senado, ele terá sim mais força em 2018 do que teve na eleição anterior. Se será o suficiente para conseguir comandar o Estado, é outro papo...

Mas se eu fosse do PSB correria agora atrás dos apoios perdidos recentemente...

sábado, julho 22

Salgueiro e Região recebe a Lista Fácil Saúde






Depois de 2 anos de atuação na região do Cariri Cearense ( Juazeiro do Norte, Barbalha e Crato ), chega em Salgueiro a Lista Fácil Saúde, idealizada pelo jovem empresário salgueirense Juliano Galvão. A lista telefônica digital e impressa traz para toda a sociedade de salgueiro e região, as melhores clínicas e os melhores médicos, dentistas, fisioterapeutas, lojas de produtos para a saúde e demais profissionais da área! Com objetivo de deixar a população mais informada e atualizada.


A lista fácil saúde, dispõe de médicos especialistas em diversas áreas, como: Infectologistas, Pneumologistas, Oncologistas, Proctologistas, Cirurgiões dentre outros profissionais de renome. Esse trabalho é feito com muita responsabilidade e respeito ao publico leitor/internauta. A 1º edição encontra-se em circulação na cidade. Acesse o site www.listafacilsaude.com.br confira na integra! 

sexta-feira, julho 21

Alvinho Patriota lança pré-candidatura a Deputado Estadual em encontro com a Imprensa de Salgueiro




Como é de conhecimento de todos, creio eu, o ex-vereador Alvinho Patriota ( PV ), lançou na última quarta ( 19 ) sua pré-candidatura a Deputado Estadual no pleito do ano que vem. Ele fez este anúncio, que nem era tão segredo assim, em um Café da Manhã com a Imprensa de Salgueiro no Plaza Hotel. 

Reforçou sua plataforma, adequada ao partido em que está filiado, voltada para o Meio Ambiente e mostrou como pode-se renovar mananciais dentro da cidade, tendo ele feito isso em dois açudes de sua propriedade, o Rancho Verde, localizado nas imediações do cruzamento das BRs 116 e 232.

Alvinho informou a todos que buscará o apoio de todos os grupos e líderes políticos da cidade, bem como caminhará ao lado do irmão, o Deputado Federal Gonzaga Patriota, mesmo que fiquem em palanques diferentes no pleito estadual. A possibilidade é bem real, uma vez que o irmão é do PSB e o PV atualmente está mais alinhado com o grupo do Senador Armando Monteiro ( PTB ). Mas segundo o mesmo a parceria será feita entre os irmãos, que por diversos motivos jamais bateram chapa para Deputado.

Alvinho foi candidato a Prefeito de 3 vezes ( 82, 88 e 2012 ), além de exercer 5 mandatos consecutivos na Casa Epitácio Alencar, onde foi Presidente, tem 64 anos, casado com Socorro Menezes e tem 3 filhos, além de ser Advogado de renome na área previdenciária. Conta também com o apoio da sobrinha Paizinha, que herdou muitos dos votos dele, atualmente 2ª Secretária da Câmara de Salgueiro.

Ele agora é o primeiro nome oficialmente postulante a um assento na Casa Joaquim Nabuco, onde - eleitos como políticos de Salgueiro, lá estiveram apenas 5 nomes: Dr. Severino, Suetone Alencar, Dr. Romão, Toquinha e Airinho ( ou 6, se considerarmos Gonzaga Patriota em 82 ). O agora pré-candidato. pelo apoio do irmão, surge como um nome forte na árdua caminhada por uma das 49 vagas da ALEPE.

Alvinho mostra-se disposto para enfrentar o desafio. E o Salgueiro, o Sertão e Pernambuco somente tem a ganhar caso ele seja eleito. O Blog desde já deseja sucesso a Alvinho e coloca-se a disposição para ajudar no que possível for.

domingo, julho 16

Alterar a Lei para beneficiar Lula é a mais nova afronta do PT à Democracia

Esse Deputado acredita que todos somos idiotas...
Lula, como todos sabem, foi condenado a 9,5 anos de prisão pelo Juiz Sérgio Moro. E, ao invés de aceitarem a condenação e buscarem ganhar os recursos futuros na justiça, o Partido dos Trabalhadores parte para o ataque às instituições que dizia defender e que estava fortalecendo enquanto no Governo. Mas isso não seria, é claro, o bastante. É preciso fazer mais: e o Deputado Vicente Cândido ( PT-SP ) apresentou uma proposta ( que supera qualquer nível de cinismo ) sugerindo que candidatos não possam ser presos oito meses antes das eleições

Vou começar pelo que nem é o mais grave aos olhos menos informados, mas é o principal problema: ninguém é, segundo a lei, candidato 8 meses antes das eleições. Como a data das eleições é sempre o primeiro domingo de Outubro, significa que pela proposta de Cândido, quem se disser candidato em Fevereiro ganharia um salvo conduto até o fim do segundo turno. E, se for eleito, contaria com a morosidade da Justiça para assumir em 1º de Janeiro e ai ficar - pelo menos - mais 1 ano no poder. E isso com o poder de caneta para nomear Ministros do TSE e do STF e assim manter-se no poder até o fim do mandato. Mesmo sendo um CONDENADO.

Isso é respeitar a Democracia? Claro que não. Essa é a forma de rasgar a lei da Ficha Limpa, que ademais o PT não fez grandes esforços para que fosse aprovada, mesmo sem opor-se de forma clara contra a mesma. Existem outros pontos nefastos na proposta que é o que salta aos olhos: ajudar Lula a ser candidato. Temos que repudiar essa ação porque um dos pilares da Democracia é que as leis não podem ser feitas ao gosto de ninguém e sim no interesse do país. Quando um partido que quer voltar a Governar o Brasil ( direito legal, diga-se ) e acha que pode alterar uma lei no seu único interesse, algo de podre existe.

A proposta é asquerosa e nojenta. Ao que parece, pela reação, não passará. Existem chances de que Lula consiga ser candidato mesmo que condenado na segunda instância, mas trato disso depois.

Salgueiro esboça reação na Série C ao golear Confiança

Carcará goleou e respira mais aliviado...
Depois de uma série de péssimos resultados, o Carcará ensaia uma reação. Venceu o Remo em Belém na semana passada e ontem derrubou o Confiança por 4x1, dentro do Salgueirão. Saiu atrás, mas construiu uma grande vitória. 

Com o resultado o time está neste momento na 6ª posição, e só corre risco de perder uma posição, caso o Cuiabá derrote o Botafogo em casa. No mais, terminará fora da Zona do rebaixamento pela primeira vez após parecer que não teria forças para sair de lá.

Dado o equilíbrio do Grupo A, o time pode até almejar a classificação, porque está agora 3 pontos atrás do Botafogo, o último no G4. É claro que o rebaixamento ainda é um perigo grande e que não pode ser desprezado, mas o time parece demonstrar que alçar outros voos. O atual momento do time é bom e está na briga. O que já é algo muito interessante...

sábado, julho 15

Ministro Mendonça Filho assina documento e Salgueiro ganha, enfim, um Campus da UNIVASF

Agora vai...

Ontem o Conselho Universitário ( CONUNI ) aprovou a implantação de um Campus da UNIVASF em Salgueiro. E o Ministro Mendonça Filho concedeu entrevista ao Radialista Claudinei Santos ( Talisma FM ) logo após a notícia ser confirmada. Ouça a aqui.

Inicialmente receberemos Ciências da Computação e Engenharia da Produção. Os esforços do Prefeito Clebel Cordeiro ( PMDB ) junto ao Ministro Mendonça Filho surtiram efeito. Agora é aguardar o começo das obras e que o desenvolvimento amplie-se o mais rápido possível.

quarta-feira, julho 12

Moro condena Lula a 9 anos e meio. E um texto sobre o ex-Presidente agora condenado


Meu gosto não admite sutilizas, como todos que me conhecem sabem. Quando gosto é "de cum força", assim quando não gosto. Não sou - odeio aliás - afeito ao politicamente correto. Jamais esperem de mim o boçal "todos e todas". Me dá arrepios só de ouvir tal agressão a língua portuguesa. Este Blog, portanto, representa o que eu sou: crítico, autêntico, independente e - sobretudo - livre. Sou senhor das minhas ideias e prezo por essa condição. Sendo assim, não poderia furtar-me de postar algo sobre a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a 9,5 anos, em sentença tornada pública hoje pelo Juiz Sérgio Moro. Voltarei ao tema depois, mas hoje deixo um texto mais denso, que tanto agrada quando desagrada. 


Sou um crítico de Lula e seu partido a mais de 30 anos. Eu não virei anti-petista quando o partido veio a se tornar importante, depois de 1989. é coisa antiga, jamais apeteceu-me a ideia defendida pelo partida da estrela, sobretudo a já famigerada bandeira do moralismo. Entendo essa condenação de Lula como algo natural do processo democrático, dentro de regras claras e com as instituições funcionando. Entendo tb que demorou. Desde o Mensalão que a aura do Lula honesto e probo tinha caído... para mim, ela jamais existiu, mas para muitas pessoas ele é como um "semi-deus"... Ele fez mais coisas erradas do que certas em seu governo e as erradas foram bem erradas e seguirão produzindo efeitos nefastos por décadas. Se ele vier a ser preso, para mim será algo normal. Se não, igualmente normal.

Sei que para muitos amigos hoje é um dia triste. Entendo a dor destes, porque são pessoas sérias e que de uma maneira diferente da minha querem o melhor para o Brasil e entendem que Lula represente este ideal deles. É da Democracia, que sempre defendo e sempre defenderei. Mas repudio os que dizem que a condenação de Lula enfraquece a Democracia... é justamente o contrário, pois não é por ser ex-presidente que pode-se estar acima das leis. Lula é culpado? Lula é honesto? eu tenho minha convicção. Outros tem as suas. E isso é bom, jamais quis ou desejarei que as pessoas defendam a mesma coisa. Adoro e apoio a divergência. Nasci dela e nela permaneço.

É na Divergência, mais do que na convergência, que formamos a opinião boa. Quem me critica me ajuda muito mais do que quem me bajula e diz o que eu queira ouvir. Como bem diz Barack Obama o caminho para o sucesso é afastar-se dos bajuladores e ficar próximo do que possam criticá-lo. Lula, curiosamente, JAMAIS gostou de crítica. Aqui preciso fazer uma defesa dele: poucos são os políticos que reconhecem a necessidade de críticas. Mas Lula fez mais do que isso: perseguiu quadros do PT que lhe eram críticos ou não se curvavam a suas vontades. Como esquecer-se de Heloísa Helena, escurraçada do PT porque votara contra a Reforma da Previdência e só expulsa depois do prazo legal para filiar-se em outro partido, ficando assim impossibilitada de concorrer a Prefeitura de Maceió. quem fez isso? Lula... que também expulsou os 3 deputados que ousaram desafiá-lo m 85 ai irem ao Colégio Eleitoral votar em Tancredo de Almeida Neves... foram expulsos sumariamente. Ou que a mando de Lula o PT boicotou a CF de 88, o Plano Real, a LRF e tantos outros casos...

Esse é o Lula que é condenado hoje. O que se diz defensor do pobres mas que viajava em jatinhos dos ricos ( aliás, ainda viaja!!! ). Esse é o Lula que quando Presidente permitiu que seus filhos enriquecessem. Pobres netos de FHC: entraram herdeiros de banco que não foi salvo no governo do avô, mas os filhos de Lula... bom, todos sabem da história. Lula que deu 36 palestras em 2011 e agora não consegue nem aparecer na rua. Lula da Odebrecht, das Obras em Ditaduras vizinhas, Lula que sempre ficou ao lado de Ditadores contra Presidentes Democráticos... Lula que perdoou dívidas de presidentes assassinos para conseguir obras dos seus amigos ricos, a maioria deles agora presos.

Lula está no mesmo caminho. Não porque esteja sendo perseguido, mas porque assim ele quis, assim ele trilhou seu caminho. Triplex, Sítio, Dinheiro de Palestras, segundo ele mesmo, tudo culpa de Marisa... que ser honesto e probo colocaria culpa na mulher falecida? Lula jamais enganou-me. Jamais teve de mim simpatia. Mas jamais neguei-lhe ser um político como poucos. Conseguiu eleger Dilma, um feito e tanto ao custo aproximadamente de 2 trilhões de reais ( somando o aumento da dívida entre 2009 e 2010 mais o custo do desastre do Mandato de Dilma e de Temer ). Jogou o país no caos supremo para mostrar que era ele quem mandada de fato no país... ajudou a quebrar também o Rio de Janeiro, o Rio Grande do Sul... tornou praticamente ingovernável o Brasil.

Agora é condenado. Não por suas virtudes como querem os cegos, mas por seus claros e evidentes defeitos. E a Democracia Brasileira nunca esteve tão forte. Afinal, não era o próprio Lula que vangloriava que antes tudo ia para debaixo do tapete e que ele foi quem "permitiu" que tudo fosse investigado? Como reclamar disso agora? Será que ele, ao fazer isso, diz que o correto seria deixar tudo debaixo do tapete? Ou que queria tirar apenas a sujeira dos outros e esconder a sua?

Encerrando: Lula pode até voltar a ser Presidente em 2018 ou 2022 ou nunca mais nem ser eleito síndico de prédio. Mas no dia de hoje foi sacramentado que MITO ele não será para a posteridade... Passará como uma pessoa comum que foi condenada por erros gravíssimos. Com tantos outros. Esse Lula condenado hoje é apenas uma caricatura do que poderia ter sido quando virou celebridade em 1989, na foto que ilustra este post. Esse é o Lula condenado, que pode muito em breve virar presidiário. Esse é o Lula no qual eu jamais votei. Preciso mesmo dizer que também tenho orgulho disso?

segunda-feira, julho 10

No dia dos 3 anos de aniversário do 7x1, mais uma prova da falência do nosso futebol



Sábado. Dia 08 de Julho. São Januário. Vasco x Flamengo. Confusão, morte e cenas lamentáveis. Seria mais um dia "comum" no futebol brasileiro se o dia não fosse 08 de Julho. Não lembra o que de importante aconteceu nesta data? Pense em futebol, Copa e Alemanha... lembrou?

Pois é, todas cenas selvagens vistas em São Januário aconteceram no dia em que completou-se 3 anos do desastre do Mineirão, o maior vexame da história das Copas. De todas as Copas... elas são, portanto, um sintoma de tudo o que não mudou desde 2014. Como disse em outro texto o futebol brasileiro só piora fora de campo, enquanto que os outros só evoluem. Aqui temos Cotas diferenciadas demais entre os times que criarão no longo prazo um fosso que só fará mal ao próprio futebol.

Com relação às cenas lamentáveis do sábado deixo uma informação: quando o Vasco caiu em 2015 pela terceira cena piores foram vistas em Joinville. Duvida que os mesmos estavam nas cenas contra o Flamengo? Acho que não, não é mesmo? A solução passa pelo banimento das organizadas, punição severa para os brigões com obrigação de se apresentar numa Delegacia sempre que seu time for jogar e sem poder ver a partida. Tirando o que ele gostam - brigar - começa-se a resolver o problema. 

Mas isso é querer demais de nossos idiotas, larápios e cegos dirigentes...

domingo, julho 9

Ambulâncias compradas com dinheiro da Câmara mostra que é possível fazer mais





A política partidária está, merecidamente, sendo execrada por tudo o que fez de ruim e ainda não faz de bom. Mas existem exemplos bons neste deserto e um deles é daqui de nossa cidade. O Vereador Pedro de Cumpadre foi o Presidente da Casa Epitácio Alencar entre 2015 e 2016 e economizou recursos. Segurou gastos, fez economia e nem por isso deixou de realizar as tarefas que competem ao Legislativo. 

Ficou, infelizmente, famosa a discussão se a cidade precisava ou não de ambulâncias, porque o ex-Prefeito insistia que não, mas a população dizia o contrário. Sem entrar neste mérito, agora vemos a Prefeitura adquirindo as sonhadas ambulâncias. Essa semana a Prefeitura do Salgueiro recebeu duas delas que logo estarão dando o apoio necessário para a sofrida população.

Por isso o Blog parabeniza o Vereador Pedro de Cumpadre pelo trabalho desempenhado e que o mesmo fique de exemplo para outros Vereadores em todas as Câmaras que deveriam seguir. A cidade agradece e jamais esquecerá essa grande atitude. E claro, também devemos lembrar do Prefeito Clebel que comprou e vai colocar em serviço as ambulâncias. Salgueiro sai ganhando e muito com isso.


O que está por trás do racha na Liga do Nordeste

Copa do Nordeste está em risco...
Muitos não gostam da Rede Globo, alguns pelos motivos errados em minha opinião. Não gosto da RGT porque a mesma, desde muito tempo, não esconde sua preferência pelo Flamengo - recentemente pelo Corinthians também - e adoraria que o Campeonato Brasileiro fosse uma versão do Espanhol, onde Real Madrid e Barcelona se dividem na ponta. Acontece que, se isso realmente acontecer, os outros times virariam iguais os pequenos de lá. E acreditem ou não, os outros times não estão fazendo nada para evitar isso.

Ai chegamos no caso da Liga do Nordeste. A mesma é exclusividade do Esporte Interativo, que revende-a para a Globo Nordeste. Enquanto era só isso, não vimos nenhum ataque ao Canal. Mas desde 2015 que o canal do Grupo Warner vem sofrendo mais represálias por parte do Grupo Globo e, pasmem, de parte dos Clubes. A concorrência que deveria ser salutar aqui no Brasil é vista como ofensa. Enquanto que mais gente transmitindo geraria mais dinheiro para os clubes, aqui querem justamente o contrário. E os motivos sabemos bem: deixar a "dupla de queridinhos" ganhando mais. Não por outro motivo que Flamengo e Corinthians ganham 70 milhões a mais que o segundo colocado na lista de receitas de TV. E, assombrosos, 150 milhões do que os que chegam da Série B.

O EI encampou a briga dos Clubes contra a CBF que tinha extinguido a Copa do Nordeste em 2002 numa canetada para agradar as ( inúteis ) Federações. A Liga do Nordeste entrou na Justiça e em 2011 ganhou a causa e a CBF se viu obrigada a voltar a Competição. Na época a Globo não achou que a mesma vingaria e deixou o caminho aberto para o EI. Deu muito errado e o sucesso da competição fez com a RGT mudasse de ideia. Mas o contrato com o EI é de 10 anos ( a se encerrar em 2022 ) e não tem como fazer outro antes disso. O que faz a Globo então? Estão usando os clubes com quem tem contrato ( Sport, Pernambuco e Náutico ) para implodir a competição. E o vergonhoso é os clubes se sujeitarem a isso.

A ideia, com o claro apoio das Federações asquerosas, é acabar com a competição. Que gera receita e faz com os clubes atuem com estádios mais cheios do que nos também inúteis Estaduais. E que, mais incrível, tem feito com que equipes pequenas pudessem aparecer na TV, caso do nosso Salgueiro, que desde o começo só ficou de fora de duas edições e está garantido na de 2018. De um lado os times da Globo querem rachar a competição e os times do EI querem mantê-la. 

Sabem quem sairá perdendo? O Futebol, é claro. Sempre que as Federações e a RGT saírem ganhando, tomaremos outros 7x1... 

terça-feira, julho 4

05 de Julho...

Socrátes empatava em 1x1...

mas Paolo Rossi marcaria mais duas vezes...

Enquanto que Dino Zoff seguraria a cabeçada fortíssima de Oscar...

levando o bom time italiano para a semifinal, que parecia improvável no começo da partida
Quem tem minha idade, ou mais, sabe exatamente onde estava em 05 de Julho de 1982. Na frente de uma TV esperando apenas uma mera formalidade diante da "frágil" Itália, que até ali em 4 partidas somente tinha vencido uma ( a última diante da Argentina ) e sofrido como nunca para passar de fase. Tudo, tudo mesmo, levava a crer num passeio brasileiro.

Hoje, 35 anos depois, sabemos que não era bem assim. Aquele time brasileiro não era, acreditem, assim tão acima daquela Itália base da Juventus, que dominava a Bota por aqueles idos. Ótimos jogadores que, infelizmente, acordaram naquela partida. Contudo, quem mais brilhou era visto com desconfiança até pelos companheiros: Paolo Rossi. "Il Bambino de Oro" fora do céu ao inferno quando fora pego envolvido em apostas em 1980. Pegara 3 anos de punição, mas teve a mesma reduzida para jogar a Copa. Para nossa tristeza, isso foi terrível pro planos do Brasil.

Naquele dia não passava na cabeça de ninguém uma derrota. Mas ela aconteceu e com requintes de crueldade: com 3 gols de Rossi, com falhas individuais grotescas ( e não só de Toninho Cerezo ), com defesaça de Zoff em cima da linha aos 42 minutos, com camisa rasgada de Zico e choro de quase todos no Estádio, menos os italianos é claro. Ah, a tragédia ficou conhecida como "do Sarriá", que nem existem mais desde os anos 90.

Em 35 anos ( mesmo tempo em que eu moro em Salgueiro ) eu não consigo entender o que aconteceu naquele dia. Se foi soberba,  salto alto, fatalidade, maldade... ou tudo isso junto. Mas o fato é que aquela derrota fez mal, mas muito mal ao futebol. Depois de 05 de Julho de 1982 jogar bonito virou sinônimo de derrota. A arte passou a ser algo proibido no futebol. E vivemos o apogeu disso - curiosamente - na Copa de 90 disputada na Itália, naquele que para muitos foi a pior Copa de todas, em termos técnicos é claro. 

O Brasil ainda ficaria mais 2 Copas sem vencer antes de conquistar a Copa FIFA. E não teve brilho algum, diga-se. O time de Parreira era feio como Dunga ( talvez até mais ), perdemos em 98 de forma inexplicável, mas de outra forma. Vencemos em 2002 - também sem brilho - e perdemos 3 Copas passando vergonha ( sobretudo em casa ). Mas eu não consigo me esquecer daquele 05 de Julho. 

Caso não tenham entendido o porque deste texto, recomendo ver que dia é amanhã...

Charge do Dia... com prazo de validade curtíssimo!!!

A coisa tá ficando cada vez pior em Brasília...
Com a prisão de Geddel Vieira de Lima, o Governo Michel Temer vai chegando cada vez mais no fundo do poço. Ou melhor, a cada dia vemos que o buraco é mais embaixo.

E antes que venham defender Dilma, eu refuto dizendo que os desmandos atuais não neutralizam os cometidos pela ex-presidente. São coisas diferentes. Em todo caso a Chapa ganha de folga como a pior de todos os tempos.

segunda-feira, julho 3

Uma imagem que resume tudo

Desnecessárias legendas para esta imagem...
Ontem no Cornélio de Barros, onde o Carcará perdeu mais uma vez pela Série C e se complicou ainda mais na competição, a torcida protestou de forma clara e dura. A foto acima - a qual não precisa de complementos - é tácita sobre o sentimento da torcida. 

Pena que a Federação, via seu nefasto Presidente Evandro de Carvalho, disse que tudo correu dentro da normalidade. Se formos observar atentamente, ele tem é razão. Anormal seria o Carcará ser Campeão.

O Luto, infelizmente inútil, será eterno.

sexta-feira, junho 30

A Federação da Vergonha...

Aqui começou a vergonha...
Existem várias formas de se encarar o que aconteceu na quarta no Salgueirão. E em nenhuma delas a Federação Pernambucana sairá como a parte boa. A imoralidade do acontecido no Cornélio de Barros transcende a questão roubar o pequeno contra o grande, o que infelizmente é normalíssimo no Brasil.

Comecemos pelo que antecedeu o roubo descarado na quarta: os quase 60 dias entre as duas partidas. Como pode uma Federação, que praticamente só tem isso para fazer, colocar um hiato tão grande entre duas partidas decisivas de um campeonato? A quem interessava isso? Ao Salgueiro, é claro, que não. O Sport estava decidindo a Copa do Nordeste e ficaria com o calendário sobrecarregado. Mas e daí? O Sport que usasse seu elenco maior e mais qualificado para suportar as partidas extras. Mas...

Depois a data inicialmente marcada, 18 de Junho. A FPF não moveu um único dedo para manter a data. Aliás, se nunca houve aceno da CBF para atender ao pedido, porque a Federação anunciou como oficial o dia 18? Aqui temos a segunda vergonha, mas infelizmente não a maior. Um adendo: por causa da alteração em mais 10 dias, o Salgueiro perdeu seu melhor atacante, Valdeir. Outra vez quem saiu ganhando não foi o Salgueiro...

Ainda precisamos lembrar que o Sport tentou - e conseguiu - proibir a Buzina de Tarcizío. Recorrendo a um Desembargador torcedor do clube para limar o torcedor símbolo do Carcará. Aqui, além de patético, o Sport apequenou-se ao apelar de forma tão feia buscando vencer o campeonato. 

A partida finalmente aconteceu. Mas o Salgueiro, valente, seguia querendo ser campeão. Mesmo contra a vontade do Senhor de Engenho. Mesmo contra a vontade do Donatário do Rei ( a ideia das Federações remontam às Capitanias Hereditárias ). Contra tudo e contra todos o Salgueiro seguia firme, dando trabalho. Era preciso, portanto, algo mais. E isso aconteceu quase aos 25 minutos.

Em um cobrança normal de escanteio, Ranieri escorou para o meio e Álvaro marca aquele que seria o gol do histórico título do Salgueiro. E... bom, o resto todos já sabem. Sem qualquer evidência clara após rever o lance pela Árbitro de Vídeo, o gol seguiu anulado. Patético, o Presidente da FPF ainda disse que o Gol não foi anulado, porque jamais acontecera uma vez que a bola saíra antes. Quando confrontado por Ralf de Carvalho na Rádio Jornal sobre se a imagem que provaria a saída da bola seria mostrada para todos, Evandro - covarde que é - desligou o celular...

É preciso pontuar que não foi agora, em 2017, que a FPF virou a porcaria que é. Isso vem desde muito tempo. Como não lembrar que Evandro descendo da ditadura dos irmãos Oliveira, primeiro Fred e depois o nefasto Carlos Alberto? Este último só não é mais presidente porque morreu. Se não, estaria no cargo até agora. Assim como em quase todos os estados os Presidentes se perpetuam décadas a fio.

Eles fazem parte do atraso do futebol brasileiro, mas também o são os presidentes de clubes que por acomodação ou por medo, jamais tomam para si o comando do futebol. E se tomamos 7x1 da Alemanha, acreditem muito disso tem culpa das inúteis Federações. Que só existem por aqui. Se fossem boas, porque ingleses, alemães, italianos e cia não as possuem? Assim como as jabuticabas,  é um produto só do Brasil.

Deu no que deu na quarta. E seguirá sendo tão vergonhosa quanto sempre foi. Talvez, porque não, pior.

quarta-feira, junho 21

Atividade Parlamentar ou Paralamentar? 3.0




As fotos acima são, acreditem, de uma Quadra Esportiva. A mesma fica localizada na Rua Antônio Alves da Cruz, no bairro Riachinho. Toda vez que passo por ela - e eu moro bem próximo - fico com um sentimento de frustração e raiva. Este equipamento foi construído pelo Prefeito Cornelito em 1990 e ficou ativo até o final da década. E ai veio o abandono...

Durante os Governos dos ex-Prefeitos Cleuza Pereira ( 2001-2008 ) e Marcones Libório ( 2009-2016 ) o local ficou praticamente do mesmo jeito que ai está. Na gestão do segundo ainda foi pior: começou-se uma reforma por duas vezes e nas duas ela foi abandonada. E isso nem foi o pior momento da quadra: por volta de 2005 a então Secretária de Saúde, Gorete Coelho, queria destruir de vez a quadra para construir ali o Posto de Saúde do bairro. E pasmem: com a anuência de gente grande dentro do então Governo da atual Deputada Cleuza Pereira. Não fosse a minha, incisiva, defesa e este post não estaria sendo escrito...

Pois bem, veio 2016 e o candidato Clebel Cordeiro fez seu primeiro bate-papo exatamente nas imediações da quadra, no fim da Rua Antônio Vieira de Barros. E ali, comprometeu-se a reformar a quadra, elegendo-a como prioridade número 1.  No que, é claro, foi aplaudido por todos os moradores do bairro. Hoje, dia 21 de Junho, Clebel Cordeiro tem exatos 172 dias de mandato contra 16 anos do PSB ( 5844, sem contar é claro os 1461 do período entre 1993 e 1996 ). Além de uma crise nacional pela frente e outros problemas, Clebel não teve tempo para começar a obra. 

Diante disse o que faz um membro da bancada da oposição? Apresenta um requerimento para que Clebel reforme a Quadra. Mas o Vereador em questão era Secretário do Governo anterior, mas faz como se não tivesse sido. Além disso, dois membros da bancada autoproclamada do "povo" foram Secretários e ocuparam pastas diretamente ligadas à quadra: Serviços Públicos e - pasmem!!! - a de Cultura e Esportes. O que esses Secretários fizeram pela Quadra? NADA!!!

Mas estes Vereadores acham que, tem moral, para cobrar o Prefeito Clebel Cordeiro sobre a quadra que em 4 Mandatos o Partido/Grupo deles ignorou a quadra. Se isso não é hipocrisia, eu não entendo o que possa vir a ser... é ou não um caso Paralamentar? Com a resposta, o povo.

quarta-feira, junho 7

Bola do fora do Sport ao buscar tirar Tarcízio da Buzina da Final

Segundo o Sport, Zé do Rádio na Ilha pode...

mas Tarcísio da Buzina no Salgueirão, não.
Sou, jamais neguei isso, torcedor do Sport. Quem me conhece sabe bem que concilio numa boa os três times de S na minha vida: Santos, Sport e Salgueiro. Paulista de nascimento que sou herdei de meu velho o DNA santista. Tendo vindo morar em Salgueiro no ano de 1982 virei rubronegro a partir de 1987... e desde que o Carcará foi criado - com algumas restrições no começo - vesti a camisa do time. Mas tenho ordem de preferência: Santos, Sport e Salgueiro. 

Mas nesta decisão, farei uma rara inversão nesta ordem: sou 100% Salgueiro. E por isso lamento, profundamente, a atitude desprezível do Leão da Praça da Bandeira. Absurdamente o time recorreu a um Juiz torcedor do Clube para proibir a presença do torcedor símbolo do Salgueiro: Tarcísio da Buzina. 

É chato? Claro que é... eu considero-me próximo dele e gosto dele como pessoa. Seu modo de torcer atrapalha na partida, mas é um DIREITO dele. Ele paga ingresso e assim pode torcer como bem entender, desde que não viole nenhuma lei. E não é o caso aqui, com 100% de certeza. Então, porque o Sport fez isso?

O time do Sport contratou Vanderlei Luxemburgo e... ele fez sérias críticas a Tarcísio, mas TODOS os técnicos assim o fizeram, de Vadão até Paulo Roberto Falcão. Mas pode um time proibir que um torcedor do rival torça da maneira que deseje? Para mim, não. Mas para o Juiz, torcedor declarado do Sport, sim. 

E fica a pergunta: porque o Sport fez defesas públicas de Zé do Rádio, quando Telê Santana o criticou nos anos 90? Quer dizer que o chato for do Sport pode, mas se for de outro time não? Aqui esta a maior incoerência do estapafúrdio pedido do Sport. E que se note que a inútil Federação Pernambucana de Futebol não fala nada e nem rebate o pedido sem sentido. 

Futebol decide-se no campo. Ao tentar tirar Tarcísio de campo ( ou a sua buzina ) o Sport consegue o oposto, com campanhas de torcedores tomando conta das redes sociais. Pelo alarido que estão nelas, creio que a saída de Tarcísio nem será sentida. Pelo lado do Salgueiro, já para Luxemburgo...

segunda-feira, junho 5

Michel Temer se sustenta até quando na Presidência?

Inferno astral do "presidento" parece não ter fim...
Não tem sida nada fácil Governar o Brasil recentemente. Dilma tentou por quase 6 anos, não conseguiu e sofreu Impeachment por total incapacidade de juntar uma base, quase tudo por culpa dela mesmo. Ou de Lula, que a escolheu para sucedê-lo. E convém lembrar que Temer é outra escolha pessoal de Lula...

Temer fez uma escolha errada de Ministros, muitos dos quais saíram antes de seis meses de Governo ( alguns com menos de um 1 mês ) e outros que poderiam estar presos agora. E talvez venham a sê-lo em breve. Além disso as poucas escolhas técnicas feitas por ele já correram da balbúrdia que é o Governo Temer, com destaque maior para Maria Sílvia do BNDES. Restou Henrique Meirelles na Fazenda. Até quando, ninguém sabe...

Temer tem, que coisa, o posto de maior idiota da Presidência ao se deixar gravar por um empresário conhecidamente mau caráter. Em tempos de Lava Jato ele deveria ter sido um pouco mais cuidadoso. Faz, neste tocante, páreo com Dilma que é o ser mais burro a ocupar a Presidência. Se o caso não lhe levar a um processo de impeachment, ele terá sérios problemas para seguir no comando.

Por outro lado, como se fosse pouco, ainda tem o Processo de Cassação da Chapa Dilma-Temer, naquela que é a mais terrível chapa já eleita da história do Brasil. Neste processo Temer pode perde seu posto e vermos o país numa eleição indireta ( fora disso é Golpe ) onde pode acontecer tudo. Além disso tudo ele pode ser processado pelo STF porque o crime cometido foi no exercício do mandato.

Ai vem a pergunta: quanto tempo ele resiste? Não sei, mas hoje parece bem pouco provável que chegue até 31 de Dezembro. Deste ano, não no fim do mandato em 2018. Isso traria problemas graves para o país, mas só poderemos dimensioná-los ( ou não ) quando ele eventualmente cair. Até lá, teremos um cadáver insepulto comandando o Brasil. E isso, em todos os sentidos, é tenebroso.