Patrocínio

Patrocínio

segunda-feira, junho 30

Oitavas de Final: Alemanha x Argélia: De volta para o passado?



Onde: Arena Beira-Rio, 30/06/2014, Porto Alegre-RS, às 17:00hs


Um re-encontro com a história. Assim pode ser retratado esta partida entre Alemanha e Argélia, que marca também a despedida do mais belo estádio da Copa, o Beira-Rio. Duvida? Olhe bem a imagem acima...

Já contei, quando da classificação argelina, sobre a vergonha de Gijon, que aconteceu na Copa da Espanha em 1982. Era a primeira Copa da Argélia que na abertura bateu - para espanto de todos no mundo, a Alemanha de Rumennige e Breitner. Chocou a todos. Mas por uma infeliz combinação de resultado, acabou eliminada por um resultado "amigo" entre alemães e austríacos, e jogo terminou com 1x0, único resultado que classificaria ambas as seleções. E assim o time argelino ficou de fora da copa. Seria a primeira seleção a se classificar para a segunda fase da Copa, posto que pertence a Camarões oito anos depois na Copa da Itália.

O jogo de hoje claramente tem um favorito. Mas a Alemanha também o era em 82. E acho que ninguém pode dizer que a Argélia não tenha chance de classificação. Teremos uma grande partida no Beira-Rio. Que merecia ter mais jogos na Copa. Assim como a Argélia.

Só o time africano podem mudar isso...

Cuidado com a França...


França. Este nome merece respeito. E já está nas quartas de final da Copa. E se passar por ela e desde que o Brasil elimine a Colômbia, eis que Brasil x França farão uma semi-final no Mineirão. E basta lembrar o histórico em Copas do confronto e...

A França passou, mas não jogou bem. Foi até dominado pela valente Nigéria, no começo do segundo tempo. Até os 20 minutos da etapa final os nigerianos estiveram bem perto do gol. Quase marcaram... mas não fizeram. E o castigo veio pelo alto, com Pogba. Quando o goleiro Eneyama saiu mal e praticamente deu uma assistência para o volante francês. 1x0. Faltavam 13 minutos.

E a Nigéria nem chegou a ameaçar. Foi ai que um jogador nigeriano fez um esforço monumental para evitar um lateral... para dar um escanteio!!! E neste escanteio, batido curto pela França saiu um cruzamento rasteiro. Griezman, que entrara bem aos 26 minutos, chegou antes de Eneyama, mas nem tocou na bola, que seguiu e bateu na perna de Yobo. O Capitão que completava 100 jogos. E a bola foi morrer no fundo das redes. 2x0 e classificação garantida.

Um dado: toda vez que passou da fase de grupos em uma Copa, a França terminou ao menos na quarta posição. E "Le Bleus" entraram na rota do Hexa. E é prudente o Brasil ter cuidado. 

Ao menos eu deixo um alento: na única semi-final entre Brasil x França, deu Brasil... 5x2.

Oitavas de Final: França x Nigéria: Le Bleus querem seguir, mas a Nigéria quer história



Onde: Estádio Mané Garrincha, 30/06/2014, Brasília-DF, às 13:00hs


A Copa vai se afunilando. E cada jogo tem sido melhor que o outro. E hoje, último dia de Junho, teremos duas partidas importantes para a continuação da Copa e para o Brasil: em tese, França e Alemanha ( que joga mais tarde ) devem passar por seus adversários africanos ( Nigéria e Argélia respectivamente ). E um deles vai estar na semi-final no dia 08 no Mineirão. E se o Brasil lá estiver, decidirem uma vaga na final com nossa seleção. Mas antes disso, a França terá as Super Águias.

A Nigéria não tem um grande time, mas pela primeira vez em Copas tem um time organizado taticamente, com conjunto e algumas boas alternativas. E encara a França que surpreende na Copa. Sim, surpreende. Pois sem seu melhor jogador faz uma Copa excelente até aqui. Quando Frank Ribery foi cortado, teve muito torcedor dos "le bleus" achando que a vaca iria deita. Ainda mais após os fiascos recentes na Copa de 2010 e na Eurocopa 2012. Mas o time está solto e leve. Como poucos poderiam esperar...

A França é favorita. E eu acredito que deva vencer. Mas se os africanos passarem não será uma zebra...

domingo, junho 29

Uma vitória justa. O futebol agradece...






Não escondo de ninguém que tenho um profundo desdém pelo péssimo futebol Grego. Não agrega ( que palavra interessante não? ) nada a Copa. É um time sem qualidade técnica, sem um craque e nem é um elenco forte no conjunto. Sabe-se lá como eles conseguem chegar na Copa. E saem como chegam: sem que ninguém sinta falta deles.

A Costa Rica, ao contrário, é o time da Copa. Como assim Flávio? Está esquecendo de Holanda, França, Colômbia e cia? Não, pelo contrário. A Costa Rica era pra ter sido saco de pancada na primeira fase, lembram? Ou alguém aqui vai afirmar que garantia que "Los Ticos" seriam o primeiro do Grupo da Morte? Por isso, a Costa Rica é o time da Copa. 

Mas hoje deu sopa pro azar. E que sopa. Fez 1x0, com Brian Ruiz e nem teve tempo de saborear a vantagem, pois um jogador retardado foi expulso. O técnico, colombiano, fez o óbvio: retraiu o time tentando matar o jogo no contra-ataque. Notem que aqui a situação é distinta da do México em dois pontos:
  • a) O time estava com um a menos;
  • b) Jogar no contra-ataque é uma ótima tática.
Só que o contra-ataque não saiu e no final da partida a Grécia resolveu jogar. Mesmo sem qualidade alguma pressionou e ai apareceu o outro herói dos Ticos: Keylor Navas. Ele salvou duas ou três vezes o time. Até que não deu e a Grécia empatou. E quase vira. E quase fez isso outras três vezes na dramática prorrogação. Que a Costa Rica aguentou sabe-se lá como...

Vieram as penalidades. E os Ticos acertaram todas as cobranças. E Navas catou um. Foi o suficiente. Conseguirão "Los Ticos" encarar e eliminar a Holanda? Talvez não. Mas não é prudente duvidar que eles consigam. Afinal, deixaram para trás Itália, Inglaterra e Uruguai...

Uma virada espetacular da Holanda.




Foi um jogo espetacular. Daqueles para guardar para sempre na memória. O México foi melhor no primeiro tempo, mas não conseguiu abrir o placar. A Holanda pode, com razão, reclamar de um penalty em Robben no fim da etapa, mas não merecia abrir o placar. Sentia, e muito, o calor causticante de Fortaleza. A FIFA e seus interesses econômicos...

No começo do segundo tempo, seguindo uma sequência de 9 partidas marcando gols apenas na etapa final da partida, Giovanni dos Santos fez o gol que parecia ser libertador, o tento capaz de colocar o time do México nas quartas, pela primeira vez de 1986. Detalhe: só passou das oitavas nas duas Copas que organizou o México. O gol saiu aos 3 minutos. Faltavam uns 47 pro fim da partida. Conseguiria resistir o time Azteca?

Aos poucos o time verde começou a recuar. E o técnico Manuel Herrera ajudou nisso: tirou Giovanni dos Santos e colocou um marcador. Era óbvio que Van Gaal iria tirar um marcador e adicionar um atacante. E ele colocou Memphis Dempay ( que, como eu, joga Football Manager conhece bem demais, é um ponto espetacular ) que passou a infernizar a defesa mexicana. Ochoa fez dois milagres. E a pressão subia.

Robben arrancava com tudo e sempre com perigo. Mas foi num lance de cobrança de escanteio que saiu o gol: bate e rebate e a bola sobrou na entrada da área para Sneijder. E ele foi mortal, empatando a partida. O 1x1 até era justo, pela covardia do técnico mexicano. Existe uma frase que me norteia: o medo de perder tira a vontade de ganhar. E foi o que aconteceu, o time mexicano teve medo de perder. E tomou o castigo 3 minutos depois.

Robben, pra mim um dos 3 melhores da Copa até aqui, arrancou pela direita, foi a linha de fundo e evitou a saída da bola e esperou uma perna para cair. E caiu, após um evitável toque - de leve - do experiente Rafa Marquez. Penalty. Aos 47 minutos. Reclamações mexicanas, é claro. Mas houve o toque, mas eu não daria penalty, mas não é um erro grave. Ainda mais quando o México poderia ter matado a partida bem antes. O medo de perder...

E assim no primeiro embate Europa x América levou a melhor o time que teve mais vontade de vencer. Que desde o Brasil de 1970 é o primeiro a virar 3 jogos na mesma Copa. A Holanda é mais time e pode chegar na final. Até porque agora vai encarar quem sair de Costa Rica e Grécia. Adversários contra os quais a Oranje será favorita. Mas também o era contra o México...

Oitavas de Final: Costa Rica x Grécia: Alegria dos Ticos vs Feiura Grega



Onde: Arena Pernambuco, 29/06/2014, Recife-PE, às 17:00hs


É a última partida de Copa em Pernambuco. E vai ser um confronto inédito, em todos os sentidos. Oporá de um lado um futebol alegre e vistoso ( Costa Rica ) diante de um dos mais feios e sem graça vistos na história das Copas ( Grécia ).

Eu acredito na vitória dos Ticos, pelo bem da Copa. Pelo bem do futebol.

Meu palpite? 4x1 Costa Rica. Com dois gols de Campbell...

Oitavas de Final: Holanda x México: Pra fazer história



Onde: Arena Castelão, 29/06/2014, Fortaleza-CE, às 13:00hs




Uma partida interessante entre duas seleções marcadas por um estigma: a de amarelarem em determinadas fases. O problema é que as fases são distintas, mas o trauma é o mesmo: enquanto os mexicanos nunca passaram das oitavas em uma Copa sem ser realizada por eles mesmos, a oranje é a seleção mais perdeu finais de Copa sem jamais ter vencido uma.

Em 1970 e 1986 o México sediou as Copas e em ambas conseguiu chegar nas quartas de finais. Convém citar que em 1970 não existia a fase de oitavas, mas o time passou de fase em uma Copa com 16 seleções, o que foi considerado um feito e tanto. Afinal entre 1950 e 1966 o time mexicano só vencera duas partidas em Copas. 

Os holandeses decidiram o mundial em 74, 78 e na última Copa. Perderam todas. Por isso passar pelo México hoje, no caldeirão de Fortaleza, será manter vivo o sonho de quebrar esta, infeliz, sina. O time tem talento e é melhor que o mexicano. Mas o calor causticante do Ceará tende a equilibrar o jogo. Ainda mais se a partida for para a prorrogação.

Arjen Robben, Wesley Sneijder e Robin Van Persie de um lado. Ocho, Peralta e Giovanni dos Santos do outro. Um jogaço. Para quebrar ou reforçar estigmas. Só um poderá quebrá-lo ou permanecer sonhando em quebrar...

E a FIFA com este horário desumano...

sábado, junho 28

Colômbia 2x0 Uruguai: O fantasma agora veste amarelo. E joga muita bola...




James Rodriguez. Guardem este nome. Aliás, marquem este nome sexta que vem, no Castelão. Porque se ele ficar livre... bom, se ele ficar livre ele vai fazer o que fez hoje, como nas fotos acima. Ele é o artilheiro da Copa com 5 gols. Sim, artilheiro. O único a ter feito em todas as partidas até aqui. E ainda deu 4 assistência. A Colômbia fez 11 gols e ele participou de 9 deles. Nada mal, não é mesmo?

A partida no Maracanã poderia ter diversos enredos, mas um era certo: seria especial a volta do Uruguai ao estádio para jogar uma partida de Copa do Mundo. Claro que a seleção charruá já jogou muitas partidas entre 1950 e hoje, mas era uma partida de Copa. E a imagem foi feia... tão quanto a mordida de Luiz Suarez em Chiellini.

No primeiro tempo só a Colômbia jogou. Dominou como poucas vezes eu vi um time conseguir em Copas. Fiquei impressionado, com aquilo que eu via em campo. Jackson Martinez, Cuadrado, Armero ( pois é, quem diria!!! ), e James Rodriguez rodavam a bola e envolviam o time do Uruguai, naturalmente perdido sem "el pistolero" em campo.

E ai Rodriguez fez o gol da Copa. Uma jogada lindíssima. E no segundo tempo fez o segundo, em um lance coletivo, muito bem trabalhado finalizado dentro da área por Rodriguez. Só ai o Uruguai partiu para cima com tudo, afinal tanto fazia perder por 2 ou por 10... E teve sua chances. Cavani, um exuberante atacante, fez o que pode. Mas a falta de qualidade dos companheiros era evidente.

Esta é a Colômbia. Histórica. Mortífera. Técnica. E que quer ir mais longe. Futebol para isso, com certeza ela tem. Se o Brasil vai apresentá-lo em Fortaleza é outra história... a Colômbia terá.

E o fantasma agora veste amarelo, não mais Celeste. 

podem pintar de amarelo. o Fantasma Celeste está exterminado...

Quando um jogador consegue se redimir salvando toda uma nação



Porto Elizabeth, África do Sul. 02 de Julho de 2010. Estádio Nelson Mandela. Quartas de Finais da Copa do Mundo. Brasil x Holanda, que vencia por 1x0. Até que aos 18 minutos do segundo tempo, Wesley Sneidjer empata. E os olhos de todos no estádio e na TV cobram Júlio Cesar. A falha, que houve, no gol foi mais do horrível Felipe Melo do que do goleiro. Mas como ele era o melhor do mundo a época, foi mais cobrado do que o perna de pau do volante. 15 minutos depois o mesmo Sneidjer viraria o placar, dentro da pequena área, mas este lance não dá para culpar o goleiro...

Corta para 2014. Mineirão lotado prevendo uma tragédia, que de fato esteve bem próxima de acontecer, com a bola na trave de Pinnila quase no fim da prorrogação. Jogadores exaustos e muitos deles mal em campo. Bravo pegando tudo. Quem poderia salvar o Brasil? Alguns podem ter pensado em Júlio César, mas duvido que tenham sido a maioria. Ele que vivera dias terríveis, saiu da Internazionale de Milão. Foi parar no quase insignificante Queen's Park Rangers, um time de terceira linha da Premier League. Seria, digamos assim um recomeço. Ficou por lá 2 temporadas e meia. Mais da metade sem jogar, pois o técnico definira outro jogador como titular. Saiu de lá para ir jogar no Toronto, da Major League Soccer dos EUA. Parecia o fundo do poço... mas ele recebera um voto de extrema confiança de Felipão, ao garantir ele na Copa um ano antes. Mas a desconfiança existia...

Veio a Copa e alguns, entre eles este que escreve, que Jefferson do Botafogo fosse o titular. Parecia um erro confiar num goleiro de 34 anos e em queda na carreira. Parecia. Na abertura, Júlio César fez uma boa defesa em chute de Rakitic. Mostrou segurança. Depois foi seguro outra vez contra o México, assim como contra Camarões. Mas o momento de teste e redenção estava por vir...

Mineirão. O Brasil fez 1x0 e jogava melhor. Parecido com o jogo de 2010. Eis que uma falha da defesa deixou Sanchez cara a cara com Júlio César. E ele foi vazado. 1x1. Viria a virada? Não, não veio mas JC teve que se virar para evitar o gol de Aranguiz em bola que veio no contra pé e ele, sabe-se lá como defendeu. Veio a prorrogação e ele seguia sendo seguro. E demonstrou ter sorte, ao ver uma bola de Pinilla passar por ele ir na TRAVE!!! Eram 13 minutos do segundo tempo da prorrogação. Um gol ali seria o fim do Hexa. Mas JC está se redimindo e precisava das cobranças de penaltys.

E elas vieram. Na primeira delas, cobrada pelo mesmo Pinilla ele se agigantou e defendeu. Pegou também a cobrança Alexis Sanchez. E viu seu companheiros Williams e Hulk desperdiçarem a vantagem duramente conseguida por ele. Quase pega a cobrança de Mena. Viu Neymar converter a sua cobrança, quando um erro poderia ser trágico.

Outra defesa e o Brasil seguiria para Fortaleza para as quartas de final. Levar o gol, contudo, não resultaria em eliminação. E as cobranças seguiriam. Mas Júlio César está em uma campanha de redenção. Ele pula no canto onde cobrou o zagueiro Jara. Se a bola fosse no gol, ele defenderia. Mas a bola foi na trave, passou por trás de Júlio César, percorreu toda a extensão do gol e saiu... era a classificação do Brasil. A redenção de JC. Ele agora está vingado. Está em paz com seu povo, com sua gente. Ele está feliz. Ele está vingado. Ele agora é, de novo, o herói do Brasil...

Ele vai dormir o sono dos justos hoje. Pois tirou um peso que só ele sabe o tamanho. E poderá ser a melhor história desta seleção, se a mesma vencer a Copa. E o Brasil inteiro está feliz com a sua excelente atuação hoje. 

Valeu JC. 

Notas: Brasil 1 (3)x (2) 1 Chile: Júlio César salva também!!!




Brasil:
  • Júlio César: 10. Sim, 10. Dizem que 10 só para Pelé, mas eu dou 10 para o nosso goleiro. Se o Brasil vencer a Copa, será por causa dele ter feito quase tudo hoje. E teve sorte no chute de Pinilla no final da prorrogação, que explodiu na trave. Assim como na cobrança de Jara, a última do Chile;
  • Daniel Alves: 5. Irreconhecível. Não merece ser titular. Maicon deveria jogar na sexta que vem;
  • Tiago Silva: 7. Um gigante. Fez tudo o que pode. Um líder.
  • David Luiz: 7. Fez o gol e abriu bem a decisão dos penaltys. Poderia ser deslocado para o meio campo nas quartas;
  • Marcelo: 5. Tenebroso em campo, mas ao contrário de Daniel Alves não tem um reserva melhor no banco. Mas ao menos fez o seu penalty. Com risco, pois Bravo quase pegava;
  • Luiz Gustavo: 6. Perdeu bolas bobas e tomou amarelo mais bobo ainda, ao fazer duas faltas em menos de um minuto, ambas desnecessárias. Mas pode fazer muita falta na sexta-feira em Fortaleza;
  • Fernandinho: 5. Saiu de campo sem conseguir resolver o problema do meio campo. Mas foi ligeiramente melhor do que Paulinho. O que nem era tão difícil assim;
  • Ramirez: 4,5. Foi pior do que Fernandinho. Não fez praticamente nada em campo;
  • Oscar: 4,5. Sumiu quando o Brasil mais precisava. Foi substituído merecidamente, mas deve voltar na sexta. Ao menos deveria aparecer em campo, hoje não foi visto em campo;
  • William: 5,5. Deu mais movimentação ao time, mas não foi tanto assim. E ainda errou o penalty;
  • Hulk. 4,5. Pela falha que quase resultava na eliminação precoce da Copa. Alguns podem arguir que ele tentou. Mas tentar só não resolve. E ainda errou sua cobrança;
  • Fred: 4. Alguém viu ele em campo?
  • Jô: 5. Fez mais que o Fred na Copa inteira... mas não é grandes coisas isso. Ou é?
  • Neymar: 6. Sentiu o peso quando saiu o empate. Fez sua pior partida na Copa. Finalizou pouco e criou menos ainda. Tem apenas 22 anos. Mas quando não podia errar, ele foi e acertou a cobrança dele. Por isso e pela luta mantenho o 6 do primeiro tempo.
  • Felipão: 4. Não mexeu bem. Fez 3 substituições erradas. Deveria ter colocado Hernanes no lugar de Hulk e William no de Oscar no intervalo. Mas optou por tirar Fernandinho e Fred. Precisa achar um time até sexta que vem. Acho complicado, porque ele não é este tipo de técnico...
Chile:
  • Bravo: 8. O melhor em campo pelo lado chileno. Fez duas defesas grandiosas. E quase eliminava o Brasil ao pegar o penalty de Hulk;
  • Silva: 6. Se superou em campo;
  • Jara: 6. Fez uma partida estupenda, mas errou o penalty que eliminou seu país;
  • Medel: 7. Quanta raça, quanta fibra!!! Tirou bola até sem conseguir ficar em pé. Saiu porque não podia mais ajudar. Exemplo de superação nesta Copa, pois atuou com infiltração;
  • Aranguiz: 7,5. Torcida do Inter, podem dar adeus ao volante. Ele vai pra Europa com certeza. Joga demais ele, quase colocava o país na quartas;
  • Isla: 5. Tímido no ataque e meio perdido na marcação;
  • Mena: 6,5. Deitou e rolou na Avenida Daniel Alves;
  • Díaz: 6. Melhorou durante a partida e deu solidez na marcação;
  • Vidal: 5,5. Se esforçou ao máximo, mas seu físico não aguentou;
  • Pinilla: 6. Quase colocava o Chile nas quartas nos instantes finais, ao acertar uma cacetada na trave!!! Mas bateu mal sua cobrança e não fez história;
  • Vargas: 5. Anulado por Tiago Silva, saiu de campo exausto. E sumido;
  • Gutierrez: 5. Pouco fez que merecesse nota.
  • Sanchez: 7,5. Um leão. Terminou sem quase conseguir andar de tão cansado.
  • Sampaoli: 7. Tem do que reclamar. Mostrou aos outros técnico como vencer o Brasil. Faltou-lhe um craque para isso. Mas fez seu nome em Copas. Vai conseguir um grande contrato em algum bom time da Europa, com certeza.

Oitavas de Final: Colômbia x Uruguai: Bola cafetera contra a garra charruá?


Onde: Maracanã, 28/06/2014, Rio de Janeiro-RJ, às 17:00hs


Nestas oitavas de final com cara de Copa América, teremos uma partida que 30 anos atrás teria um claro favorito totalmente diferente deste de hoje: a camisa charruá seria suficiente para colocar o Uruguai como favorito. Hoje em dia e sem Luiz Suarez, o time favorito é a Colômbia de Jackson Martinez e cia...

A camisa charruá pode pesar e envergar o varal? Pode, mas não é o esperado. O time terá que ser perfeito e jogar muito para poder vencer. Eu cravo 2x1 para o time de amarelo. E você? O que pensa?

O time cafetero quer fazer história: se vencer supera o time de 1990 que parou nas oitavas diante de Camarões de Roger Milla.

Brasil 1x1 Chile - Notas do primeiro tempo



Brasil:
  • Júlio César: 6. A bola não foi forte e nem colocada. Dava pra pegar, mas não é culpa dele o cara ter saído na cara dele pra finalizar;
  • Daniel Alves: 5,5. Uma saída errada de bola e chute espetacular que quase surpreendia Bravo pra compensar;
  • Tiago Silva: 6. Seguro como sempre, não tinha o que fazer no gol. Foi seguro na bola área;
  • David Luiz: 6,5. Fez o gol e não teve qualquer culpa no gol do Chile;
  • Marcelo: 4. Péssimo na defesa e falho no ataque. Ficou esperando a bola no pé no lance que originou o gol do Chile;
  • Luiz Gustavo: 7. Brilhante. Marca com eficiência e ainda tenta algo no ataque. E consegue. Só não tem nota maior porque perdeu uma bola boba no fim do primeiro tempo;
  • Fernandinho: 5. Parece o Paulinho das outras partidas. Em tudo;
  • Oscar: 5. Tímido. Se contentou em roubar bolas. Seria espetacular se não fosse ele quem tivesse que criar as jogadas de ataque;
  • Hulk. 4. Perdido em campo. Caiu em um lance que poderia prosseguir para forçar um penalty que não existiu. E foi terrível no lance do gol do Chile;
  • Fred: 5. Tenta. Tenta. Tenta... mas conseguir que é bom, nada...;
  • Neymar: 6. Tentou, criou mas está afobado em campo. Poderia ter tomado o cartão que o tiraria das quartas de final. Levou, contudo, 3 entradas mais violentas e talvez esteja sentido demais o joelho esquerdo. Pela primeira vez na Copa, não é o melhor do primeiro tempo.
  • Felipão: 5. Colocou Fernandinho para fazer exatamente o que o Paulinho fazia. Se era para ser assim, errou feio. O Fernandinho tem que ser o do segundo tempo contra Camarões...
Chile:
  • Bravo: 7. Seguro, com saídas arrojadas do gol. Não teve culpa no gol;
  • Silva: 6. Teve problemas com a marcação, mas se recuperou no fim do primeiro tempo;
  • Jara: 5,5. Para mim falhou no gol do Brasil, que eu acredito ter sido contra;
  • Medel: 7. Compensa a baixa altura com um posicionamento impecável. Tirou diversas bola pelo alto assim;
  • Aranguiz: 7. Criou perigos pelo meio e ainda foi eficiente na marcação. Torcida do Internacional pode se despedir dele...;
  • Isla: 5,5. Tímido no ataque e meio perdido na marcação;
  • Mena: 6. Marca bem e ainda vai ao ataque, mesmo que sem eficiência;
  • Díaz: 5,5. Não seguiu o ritmo dos companheiros;
  • Vidal: 5. Bem marcado, pouco fez;
  • Vargas: 5. Igual o campanheiro;
  • Sanchez: 7,5. Foi mortal na chance que teve.
  • Sampaoli: 6. Montou bem sua seleção, mas deixou o time mais atrás do que poderia. Respeitou demais. Com um pouco mais de ousadia poderia ter feito a virada.

A fala de um Pai revoltado. Dá para sentir a emoção...


Todos conhecem o meu filho e sabem do seu comportamento nesta sociedade. Fatos dessas natureza vem ocorrendo com freqüência em nossa sociedade, porém não posso julgar a todos por uma atitude particular de um componente da corporação. Existe bons e maus policiais, porém a minha revolta parte quando bandidos disfarçados de policiais, depois de cometerem delitos, são apoiados por comparsas da corporação que sem apurar os fatos preenchem boletins policiais a seu bel prazer e de maneira que possa defender a corporação e o bandido, atribuindo calunia e difamando as suas vitimas como no presente caso, e ainda assim com a ratificação da minha corporação até então corporação jogam nas redes sociais, na imprensa falada e escrita e tenta persuadir a sociedade que o meu filho vitima foi o causador. Nenhuma investigação foi feita por parte de quem devia fazer, a policia civil, mesmo assim fazem denuncias sem nenhuma fundamentação com o intuito de esconder a verdade,mas a verdade vai aparecer. Estou com Jorginho aqui em petrolina submetendo- se a mais uma cirurgia no hospital neurocardio e sem que vai dar tudo certo, após vou apresentar a verdade aos covardes que não tem coragem de me encarar e tem prejudicar meus filhos. Obrigado a sociedade de Salgueiro pela solidariedade, obrigados aos meus amigos. Vai dar tudo certo!


Este texto foi compartilhado pelo amigo Jorge Agente em seu perfil no Facebook. O texto está do jeito que ele postou, com erros, porque assim foi que ele escreveu, foi assim que ele sentiu na hora. É um texto carregado de emoção: dor, raiva, frustração, indignação, revolta e fé. Tudo isso se mistura na fala de um homem de bem, que eu conheço pessoalmente a mais de 30 anos. É gente da gente. É gente boa.

Ele acredita na recuperação do filho. Eu também. A cidade inteira também. E o Blog está atento e vai cobrar das autoridades, como já tem feito no outro lamentável caso recentemente acontecido, uma dura apuração dos fatos e aplicação das sanções cabíveis ao meliante. Sim, MELIANTE!!!

Eu, daqui, oro a Deus pela recuperação do também amigo Jorginho. Pois todos nós, cidadãos de bem, queremos vê-lo como na foto abaixo. Força Jorge e toda sua família, Deus é maior do que tudo isso... e logo teremos Jorginho com sua alegria cativante entre nós.


sexta-feira, junho 27

Oitavas de Final: Brasil x Chile


Onde: Arena Mineirão, 28/06/2014, Belo Horizonte-MG, às 13:00hs



É agora ou nunca, é vencer ou sair da Copa. A hora em que se separa os grandes dos comuns, onde quem tiver mais garrafa pra vender vai seguir na Copa. E não é hora de confundir vontade com nervosismo. É hora de nervos no lugar e matar um leão por fase. Até mais, dependendo do rival...

Em Belo Horizonte, no belíssimo Mineirão, Brasil e Chile re-editam a mesma oitava de final de 2010, quando o insosso time do péssimo Dunga ( como jogador e técnico ) fez 3x0. E remonta a outra partida nesta mesma fase, disputada em 1998 quando o Brasil fez 4x1. Em 1998 é bom citar que o time chileno tinha apenas Marcelo Salas e Ivan "bambam" Zamorano. 4 anos atrás o time era bem diferente deste de amanhã. E em 100 anos de Seleção Brasileira, o time só perdeu 3 jogos oficiais em casa: 2x1 para o Paraguai no Campeonato Sulamericano de 1949, 2x1 pro Uruguai em 1950 e 3x1 contra o Peru pela Copa América de 1975. Portanto, não perde jogando no Brasil a quase 40 anos...

Depois da partida de amanhã, apenas a Suécia ficará a frente do Chile como adversário mais recorrente do Brasil em Copas ( ao lado de México, Itália, França, Inglaterra, Iugoslávia e Argentina todas com 4 partidas ), com 7 confrontos. Falta um, não é mesmo? Pois é, falta sim e foi especial: em 1962, na Copa organizada pelo Chile, as duas seleções decidiram no Estádio Nacional quem iria para a final daquela Copa. Mais de 66 mil torcedores cantaram o "si, se puede" e confiavam conquistar a vaga na final. Faltou combinar com o "anjo das pernas tortas", que fez gol de cabeça, algo que ele detestava...

O jogo de amanhã é diferente. Copa no Brasil, mas com duas torcidas. Sim, duas. Mais de 20 mil Chilenos são esperados para esta partida, ao contrário de 1962 quando praticamente não tivemos brasileiros, pois eram outros tempos. Diferente de 98 e 2010 porque teremos agora torcidas. Diferente porque cada partida é uma história.

O Brasil é melhor? Sim, é. Mas este é possivelmente o melhor Chile de todos os tempos. O problema do time de Jorgi Sampaoli é o tamanho da defesa. O zagueiro mais alto tem, acreditem, 1,72 e é volante de origem. Portanto, cruzar bolas na área pode ser o mapa da mina. Para tentar vencer os comandados de Sampaoli, podem buscar o contra-ataque e a qualidade de 4 grandes jogadores: Aranguiz, Vidal, Vargas e Sanchez. Este quarteto pode ser a chave de uma classificação histórica. Mas os baixinhos da defesa...

Pelo lado do Brasil, Felipão barrou Paulinho e vai colocar Fernandinho em campo. Finalmente barrou o jogador que está jogando mal faz tempo. Poderia também colocar Maicon no lugar do apagado Daniel Alves. Mas isso talvez seja pedir demais do Técnico Luiz Felipe Scolari. Quem virou uma certa dúvida foi David Luiz, pois ele deixou o treino e foi realizar um exame. Se não puder jogar quem entra é o baiano Dante...

Meu palpite? Brasil 3x1. De virada...

Mais um policial atenta contra a vida de um cidadão. Onde iremos parar?


Aconteceu mais uma vez. A primeira ter acontecido já foi uma afronta, mas a segunda é a prova de que algo precisa ser feito. Ontem mais um policial reformado atentou contra a vida de um cidadão. Foi na Estação do Forró e segundo relatos por volta das 02:00hs.

A vítima é o Jorge Gomes Filho, conhecido como Jorginho. Ele é Advogado e filho de Jorge Agente. Segundo relatos que eu li aconteceu um entrevero no banheiro da Estação, disso resultou uma discussão e na ausência de argumentos, o policial aposentado sacou da arma e disparou duas vezes contra Jorginho.

Com o som dos disparos, o grupo do GATI foi para o local e lá efetuou a prisão do meliante. Jorginho foi socorrido e as primeiras informações dão conta de que passa bem. Acima a nota de repudio da OAB Subseção Salgueiro, a qual este Blog concorda integralmente

Este Blog tem acompanhado de perto o outro caso lastimável e passará a acompanhar este também. Pois sou próximo de Jorginho e família. Não iremos descansar enquanto os dois culpados não sejam trancafiados em uma penitenciária por um bom período de reclusão...

quinta-feira, junho 26

Agora é pra valer!!!


A Copa do Mundo começa agora. Discordo um pouco deste pensamento, mas é verdade que aqui é onde os grandes aparecem. E nem me refiro aos gigantes do futebol, as seleções cascudas. Todas as Copas sempre apresentam uma ou duas surpresas, que chegam longe em uma Copa sem que ninguém previsse isso.

Observem bem a imagem acima: temos, na prática, duas chaves rumo a final. O Caminho da esquerda ( para quem olha ) do chaveamento tem Brasil, França e Alemanha. Além disso esta chave garante uma equipe da América do Sul nas semi-finais, pois o vencedor de Brasil x Chila encara o vencedor de Colômbia x Uruguai nas quartas de finais. No mais, temos duas europeias encarando duas africanas. Curioso com certeza... Brasil pode chegar na semi-final e ter que encarar Alemanha ou França, o que é pesado. Mas pode pegar Argélia... improvável? Claro, mas nesta Copa não pode ser descartado...

Do lado direito está a grande Argentina com um caminho, aparentemente, tranquilo rumo a semi-final. A Holanda também está deste lado da chave, mas encara a empolgada seleção mexicana e sua barreira humana Ochoa. E na sequência pode pegar a Costa Rica, que eu espero elimine a draga da Copa que é a Grécia. 

Em condições normais - e nessa Copa isso é perigoso - Brasil pegaria França ou Alemanha nas semi-finais e do outro lado a Argentina se digladiaria contra a Holanda. Isso em teoria, é claro. 

Vamos às curiosidades:
  • Pela segunda Copa seguida 5 seleções da América do Sul se classificaram para as oitavas. Acontece que ao contrário de 4 anos atrás, uma ficou pelo caminho: o Equador. É que tivemos 6 classificados;
  • Pela primeira vez 3 seleções da CONCACAF estão nas oitavas de final. México e EUA tem conseguido passar de fase com alguma regularidade, mas as outras seleções do continente ficavam pelo caminho. Apenas Honduras não conseguiu se classificar;
  • Das 13 seleções europeias apenas 6 passaram, mesma marca de 2010. O futebol do velho continente tem decaído Copa após Copa;
  • A ausência sentida é o continente Asiático, que pela primeira vez desde 2002 não consegue classificar nenhum representante;
  • Os africanos conseguiram pela primeira vez classificar dois representantes, com Nigéria e Argélia. Feito histórico;
Agora está definido. Aleas Jacta Est. A sorte está lançada. Façam suas apostas...

Bélgica 1x0 Coreia do Sul: 100% sem graça...


Quem está acompanhando meus posts - muita gente por sinal - sabe que eu gosto da Bélgica. Motivo? Era a Seleção mais agradável se ver entre 1982 e 1994 fora das grandes forças ( Brasil, Alemanha, Argentina e Itália ). Muito melhor do que Inglaterra e Uruguai. Compatível apenas era a França de Platini, mas esta sumiu com ele no pós-México 86.

Era uma geração bela, com jogadores de qualidade e futebol vistoso. Bom, era... porque este time atual é de uma chatice sem fim. Time realmente sem graça. Hoje venceu a Coreia do Sul por 1x0, numa daquelas partidas capazes de deixar qualquer um com sono. Eu mesmo dormi...

Ficou com um a menos mas, como é comum em time pragmáticos, venceu. Com um gol do capitão Vertonghen, em rebatida do goleiro coreano. Venceu e isso é o que importa dirão alguns. É verdade, venceu. E já está nas oitavas, onde vai pegar um time perigoso, os EUA. Tão pragmático quanto os belgas. E até por isso creio que o Belgas voltem a jogar uma partida de quartas de final desde 1986, quando fizeram sua melhor campanha. Mas será assim, jogando pro gasto. E nada comparável ao time Gerets, Scifo, Ceulemans, Pfaf ou Preud'homme... bons tempos... que não voltam mais...

Argélia 1x1 Rússia: Re-encontro marcado com a história


1982, Espanha. Uma nação africana fazia sua estreia nas Copas, em um grupo fadado a terminar com os europeus Alemanha e Áustria nas primeiras colocações, com o Chile correndo por fora. A primeira partida seria contra a poderosíssima Alemanha de Rummenige e Breitner, e o que poderia a inexperiente equipe argelina fazer além de perder?

Pois bem, naquele dia em Gijon a Argélia de Madjer chocou o mundo ao vencer por 2x1. Perderia para a Áustria por 2x0 e venceria o Chile por 3x2 ( primeira seleção do continente a vencer duas partidas na mesma Copa ). Só que na mesma Gijon da estreia, os austríacos e os alemães fizeram um jogo de compadres e acertaram o placar 1x0 para os germânicos, único resultado que classificaria as duas seleções europeias.

Corta para 2014. Alemanha e EUA poderiam ter feito um jogo de compadres, onde um empate classificaria as duas equipes. Poderiam, mas não fizeram. E a Alemanha fez 1x0, logo o mesmo placar de 32 anos atrás. E vai encarar nas oitavas justamente a... Argélia!!!

Depois de uma aula de história ( coisa de professor da matéria ) o time argelino é uma ótima história nesta Copa. Estão jogando um bom futebol, tem um time arrumado e dedicado taticamente e que pode, sim, complicar a vida da Alemanha. O time sofreu um pouco no começo do jogo, fruto do nervosismo e da vantagem do empate. Saiu atrás mas se recuperou no segundo tempo, com um gol de Slimani ( foto acima ).

E a festa foi linda da torcida, demonstrando o sentimento que este time deixa transparecer em campo. Agora é fazer história. Ou melhor, refazer a história. Alguém é capaz de duvidar?

Portugal 2x1 Gana: Vitória inútil para Portugal


Portugal se despediu da Copa do Mundo vencendo, mas inútil como a do General Romano Pirro. Fez 2x1 após sair na frente com um gol contro de um zagueiro ganês. Tomou o empate de Asamoah Gyan e viu seu maior craque fazer o gol da vitória. Inútil, mas é uma vitória. 

Os Tugas podem sim reclamar da arbitragem, que na estreia marcou um penalty controverso logo no começo da partida e depois da expulsão de Pepe, que também não foi assim tão merecida. Enfim, pode reclamar mais de si do que dos outros.

Cristiano Ronaldo chegou ao fim da Copa em que entrara como melhor do mundo e vencedor da Liga dos Campeões de maneira melancólica. Chegou no limite da condição física com tendinite no joelho e sem ter as condições ideais. E a sina do melhor do mundo prossegue: Baggio 1994, Ronaldo 1998, Figo 2002, Ronaldinho 2006, Messi 2010... todos fracassaram na Copa em quem era os melhores do mundo. Baggio e Ronaldo ao menos chegaram na final.

Já o time de Gana está eliminado e fez sua pior Copa. Greve e ameaça de não entrar em campo e a até aqui mal explicada história dos 3 milhões de dólares que vieram em um avião.

Alemanha 1x0 EUA: Nada de combinação entre os aliados...


Thomas Muller. Guardem bem este nome. É o camisa 13 chutando a bola para marcar o gol da vitória de sua Alemanha contra os Estados Unidos. Ele tem apenas 24 anos. E disputou hoje a sua 9ª partida em Copas do Mundo. E, pasmem, marcou sem 9º gol em Copas. Isso mesmo, ele tem apenas 24 ( 13/09/1989 ) e já tem mais gols em Copas do que Maradona, Romário, Puskás e tantos outros monstros da história das Copas.

Muito se fala de seu compatriota Miroslav Klose, que já chegou aos 15 gols em Copas. Mas convenhamos, quem merece destaque é Muller. Ele é o que mais se destaca em um time com diversos bons jogadores. Alguns jogando abaixo do que podem, como é o caso de Phillip Lahm. Mas o time passou sem grande sustos, mas sem jogar bem. Contudo é uma camisa pesada e que costuma se dar em confrontos equilibrados... Deve pegar a Argélia, em um confronto cheio de história...

Do lado yankee do confronto, o time de Klismann tem do que se orgulhar, pois conseguiu o objetivo que era passar de fase pela segunda copa consecutiva, feito inédito para os EUA. O time até teve chances de empate, mas sua limitação técnica é evidente. Tem conjunto e se aproveita disso ao máximo. Mas tem uma hora em que precisa de técnica e ai o time se perde. Como deve encarar a Bélgica, tem um chance razoável de sonhar em dar passos mais altos nesta copa... 

E olhem só quem assistiu a partida, a bordo do Força Aérea 1:


Luiz Suarez fora da Copa


Poder-se-ia questionar o tamanho da punição, mas não que ela foi merecida. Luizito Suarez, o artilheiro, matador com raro faro de gol está fora da Copa. A FIFA puniu-lhe com 9 jogos de suspensão, mais 4 meses sem poder atuar pelo seu clube, o Liverpool. É um pena...

Mas não é apenas porque ele está fora, mas também por ele ter feito o que fez. E pela terceira vez. Além de um imbecil ato de racismo. Aliás, desde 2010 ele perdeu nada menos do que 34 jogos por causa desses casos. Como dado comparativo: uma temporada na maioria dos Campeonatos Europeus tem 38 rodadas. Ele perdeu quase um campeonato inteiro suspenso. Não é pouca coisa...

Os uruguaios dirão que foi perseguição e uma clara tentativa de favorecer o Brasil, uma vez que o Uruguai está no nosso lado da chave, mas isso só poderia acontecer nas quartas de finais. Não dá para dizer que foi por isso. Até porque o Chefe da Comissão que puniu Suarez é uruguaio!!!

A Copa perde uma estrela. Mas estrela que é estrela mesmo não morde ninguém. Nem mesmo uma vez. E Suarez já fez isso pela terceira vez...

quarta-feira, junho 25

França 0x0 Equador: E os equatorianos caíram. Uma pena.


Na Copa América que está virando esta Copa do Mundo, hoje tivemos a primeira baixa: o Equador. Ok, é preciso dizer que Honduras foi a primeira, mas alguém imaginava que eles teriam chance de se classificar? Em uma partida dura, mas leal, o diferencial acabou sendo o juiz, que erradamente expulso Antonio Valência em um lance, que para mim, nem falta foi. Mas era um árbitro da Costa do Marfim...

A França, que quase nem vinha para a Copa, acabou em primeiro com 7 pontos. Acabou sendo, digamos assim, sendo a cabeça de chave, posto que foi dado a Suíça. O Técnico Didier Deschamps fez várias alterações, poupando jogadores, o que poderá ser valioso mais a frente. O confronto das oitavas será contra a Nigéria, mais forte e mais técnica que o Equador. A defesa foi pouco testada e andou patinando em campo quando - eventualmente - foi testada.

É uma pena a eliminação do Equador, mas isso acontece. É a Copa do Mundo. E se o empate tivesse ficado naquela partida da estreia, o time amarelo teria se classificado. É a vida...

Suíça 3x0 Honduras: Classificação tranquila


Desde que o sorteio foi feito, todos ficaram sabendo que a partida que decidiria o segundo classificado - mesmo com o mau momento vivido pela França na época - envolveria Equador x Suíça na abertura do grupo. Todos sabiam disso, talvez por isso o jogo tenha sido tão bom. A Suíça levou a melhor, por 2x1 com um gol no apagar das luzes daquela partida, após um contragolpe mortal, que começara com uma recuperação do que poderia ser gol equatoriano.

Nem a goleada sofrida diante da França ( 5x2 ) ameaçou a classificação. Bastaria vencer a frágil Honduras e passar de fase. Isso porque ninguém apostaria que a França, mesmo poupando jogadores, fosse perder para o Equador. E o 0x0 no Maracanã fez tudo o que os suíços queriam.

Na Arena Amazônia - que agora segue seu legado de elefante branco ao se despedir da Copa - viu uma partida onde apenas um time mostrou algo. Shakiri fez 3 gols e pode sonhar com a artilharia da Copa. Pois é, imaginem isso: um Suíço está na briga pela artilharia da Copa. Ao menos isso, porque o time do chocolate, dos relógios e da qualidade de vida, já conseguiu sair de uma Copa sem marcar gols e sem perder. E mesmo assim ir longe...

Agora ao menos, está fazendo gols... E eles serão importante, quando vai se encarar Messi e cia nas oitavas.

Bósnia 3x1 Irã: Os persas perderam a chance de fazer ( mais ) história


O título deste post pode deixar muitas pessoas confusas. Natural. O Império Persa foi um dos maiores da história da Humanidade. Maior do que ele só o Império Romano, para se ter um ideia do tamanho alcançado. O que isso tem a ver com o Irã? Tudo. O território da atual Republica Islâmica do Irã fica onde era o centro do império persa. Mas em termos de futebol...

Pois é, o time do Irã passaria vencendo e faria história nas Copas. Mas o time da Bósnia tinha outros planos: deixar a Copa com honra. E conseguiu. 3x1 sem grande sustos. O sonho de classificação dos iranianos durou até os bósnios abrirem o placar...

Argentina 3x2 Nigéria: Messi também é artilheiro da Copa



Jogo interessante em Porto Alegre entre Argentina e Nigéria. O time de Messi foi melhor no geral e fez 3x2, mas passou algum sufoco em determinados momentos da partida. A França, provável adversária dos nigerianos nas oitavas que se cuidem: o time é bom e tem grandes valores. 

Já os nossos maiores rivais ficou 100% e fez sua melhor partida na Copa. E Messi seguiu decidindo, fazendo os dois primeiros gols do time. Messi aliás fez os 4 primeiros gols do time até aqui na Copa, pois o primeiro contra a Bósnia foi contra. E só no segundo tempo foi que o time fez um gol sem ser por meio de Messi. Que agora é também artilheiro da Copa, ao lado de Neymar.

Esta Copa está mesmo espetacular...